AS MELHORES TÉCNICAS DE CONGELAMENTO DE PÃES

6 minutos para ler

O congelamento de pães não é novidade no mercado. Porém, continua sendo uma importante ferramenta para donos de padarias que desejam ampliar sua capacidade de produção, fazer negócio com outros estabelecimentos e manter a qualidade dos seus produtos.

De olho nisso, vamos mostrar algumas técnicas para congelar os pãezinhos e descongelar sem perder a crocância, além de explicar como essas práticas podem impactar o seu negócio e muitas outras informações.

Se você quer expandir os negócios da sua padaria, continue lendo e coloque nossas dicas em prática agora mesmo!

Como funciona o congelamento de pães?

O congelamento de pães pode ser simples, desde que você siga alguns cuidados. Além disso, saiba que o processo depende do tipo de pão. Portanto, a seguir, entenda o jeito certo de congelar as opções mais populares na mesa dos brasileiros.

Baguete

A baguete é um dos tipos de pães que dá para congelar com facilidade. Basta cortá-la na metade em fatias ou levá-la inteira ao freezer dentro de uma sacola plástica, tomando o cuidado de retirar todo o ar. Também é preciso dar um nó bem firme na sacola para evitar a umidade, que afetaria as condições do pão.

Pão caseiro

Outro tipo de pão que pode ser congelado é o caseiro. Do mesmo modo, você tem a opção de fazer isso com ele inteiro ou fatiado. Porém, as fatias são mais recomendadas para facilitar o descongelamento posterior. Então, você deve seguir os passos já citados com o uso da sacola plástica.

Percebeu como o processo de congelamento de pães é simples? Além dos exemplos anteriores, é possível congelar versões como o de forma e o francês. A diferença pode ser o uso de sacolas plásticas individuais ou coletivas. Contudo, a recomendação de dar um nó é válida para todos.

Por que congelar pães?

Agora que você já sabe como o congelamento de pães deve ocorrer, a próxima pergunta tende a ser sobre as razões para fazer esse processo. O fato é que ele pode otimizar a produção em escala de um produto consumido fresco e usa o processo de fermentação para crescer. Você sabia?

Isso ocorre porque o congelamento permite a produção em escala, a diminuição no tempo de confecção do produto, a redução do desperdício, a otimização da equipe e o aumento dos lucros. Tudo sem perder a qualidade dos itens.

O congelamento possibilita ainda o fornecimento do produto para supermercados e outros tipos de estabelecimentos interessados em vender o pão fresquinho, mas sem ter que produzi-lo. Isso porque a técnica não retira a umidade do alimento. Logo, quando ele chega ao forno, continua macio.

Outro ponto positivo é que esse processo mantém as propriedades nutricionais do alimento. Essa é uma das principais preocupações das pessoas, já que manter os nutrientes é fundamental para agregar valor ao pão.

Além dos benefícios mencionados, o congelamento de pães ganha pontos pela praticidade oferecida, especialmente se comparado a outras técnicas. Isto é, você não precisa investir tanto tempo e energia para alcançar o resultado almejado.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Quais as técnicas para congelar e descongelar?

As primeiras técnicas de congelamento de pães surgiram em 1920. A ideia era congelar o pão para reduzir o trabalho dos padeiros do turno da noite nas padarias. Atualmente, o processo é mais moderno e evita perdas durante a confecção e depois na fase de envelhecimento do produto.

Para congelar pães, a padaria tem que ter um equipamento chamado ultracongelador, que vai congelar os alimentos a uma temperatura abaixo dos 40° C negativos.

Após o congelamento, o pão deve ser colocado em bandejas comuns e guardado em câmaras frias a -18° C, ou em câmaras congeladas que chegam a -22° C e são mais recomendadas.

Já o descongelamento pode ser feito de duas formas:

  • em temperatura ambiente por 3 ou 4 horas, longe de correntes de ar, e com ida ao forno a 230° C ou a 240° C, por 3 ou 4 minutos;
  • com a retirada do item diretamente para o forno, com temperatura de 200° C e tempo de 6 a 8 minutos para assar.

Como armazenar pães congelados?

Pães congelados para uso rápido em uma padaria podem ser colocados em bandejas comuns, com o devido espaço para que não haja alteração de seu formato, em câmaras frias e com o encaminhamento do produto para assar já no dia seguinte.

Já em caso de armazenamento para usos mais longos, o pão deve ser embalado em pacote plástico, com etiqueta de identificação do produto e data de fabricação.

Em caso de congelamento para venda a estabelecimentos, o pão deve ser embalado em plástico de qualidade e com etiqueta que tenha dados da produção e da empresa.

Quais cuidados tomar no congelamento de pães?

Você já entendeu que o congelamento de pães oferece diversos benefícios, certo? Mas também é importante tomar alguns cuidados para evitar frustrações com os problemas que podem surgir. Um dos principais é evitar que a umidade entre no alimento.

Conforme explicamos, isso pode ser evitado ao prender o pão com sacolas de plástico e se certificar de que o ar tenha sido retirado. Em seguida, é só levar o alimento ao freezer sem maiores mistérios.

Outro cuidado importante é ficar de olho na data de fabricação. Como o produto vai para o freezer, lembre-se de anotar essa data em algum local e colar a informação na sacola plástica na qual o pão será armazenado para congelar. De todo modo, saiba que o tempo indicado de congelamento é de até dois meses.

Quer conhecer outro cuidado recomendado no congelamento de pães? Partir o alimento em pequenas porções. Essa técnica facilita o consumo e o descongelamento posterior.

Como vimos, toda padaria moderna que quer otimizar sua produção e turbinar suas vendas deve investir no congelamento de pães. A técnica diminui perdas, melhora o ciclo do trabalho na empresa e permite a venda do produto congelado a outros estabelecimentos sem prejuízos à sua qualidade.

Para isso, é importante investir em equipamentos adequados e respeitar as técnicas de congelamento e descongelamento, assim como a armazenamento e a embalagem do seu produto. Isso vai garantir o formato, a crocância e o aspecto de pão fresquinho que acabou de ser feito, mesmo estando congelado há um bom tempo.

Agora que você percebeu quais são as vantagens do congelamento de pães, que tal descobrir mais informações relacionadas ao cuidado com esse alimento e outras tendências gastronômicas? Assine nossa newsletter e fique por dentro das tendências para crescer no ramo alimentício!

Você também pode gostar

Deixe um comentário