Como fazer chocotone e por que investir nesse produto!

10 minutos para ler

O final de ano é a época certa para começar a vender novos produtos e aumentar os lucros. Os consumidores estão mais propensos a gastar e, também, essa é uma das datas comemorativas mais especiais para os brasileiros. Por isso, é importante saber por que investir em chocotone e aprender a prepará-lo!

Esse doce, comumente encontrado em padarias, confeitarias e supermercados, é um dos produtos campeões de venda no final do ano. Além disso, é uma iguaria diferenciada, que pode ser feita combinando diferentes tipos de chocolate e ingredientes nobres, o que o torna muito valorizado.

E se você tem vontade de incluir essa delícia no seu cardápio, confira nossas dicas logo abaixo para aprender a escolher os ingredientes e como preparar a receita!

Por que investir em chocotone é uma boa alternativa?

Uma das maiores tradições natalinas entre os brasileiros é o consumo de panetones e chocotones. Seja no café da manhã, no chá da tarde ou mesmo para presentear amigos, familiares ou funcionários, esse tipo de pão é uma excelente alternativa que atende a diferentes necessidades e cai bem em diversas ocasiões.

Levando tudo isso em consideração, aprender a fazer chocotone é um investimento necessário para qualquer padeiro e confeiteiro, seja para aquele que trabalha como empregado, seja para quem tem seu próprio negócio.

Após aprender a receita básica, o profissional tem a chance de incrementar sua produção explorando diferentes combinações de sabores e texturas. Inclusive, esta é uma das maiores vantagens da produção artesanal de chocotones: a possibilidade de personalização, de acordo com as necessidades e os desejos dos clientes.

Por consequência, o produto será mais valorizado e renderá um lucro muito mais interessante do que outros mais simples, como o próprio panetone. E as vantagens de trabalhar com a produção de chocotones não param por aí, viu? Veja outras que separamos!

Sabores diferenciados

Uma boa razão para investir na produção de chocotones no final do ano é em relação às várias opções de recheios que você pode preparar. As mais comuns incluem ganache, leite ninho e brigadeiro. Mas que tal inovar e apostar em sabores como prestígio, pistache, mousse de limão, maracujá, sonho de valsa, paçoca ou morango?

Com tantas novidades, é impossível não atrair a clientela para experimentar, não é mesmo? Além disso, como o chocotone tem gosto, textura e cheiro diferentes de qualquer outro pão vendido no país, quando chega às prateleiras do supermercado ou da sua confeitaria é sucesso na certa.

Muitos consumidores gostam tanto do produto que fazem estoque antes mesmo do Natal, para comerem no dia a dia, variando o tipo de pão servido no lanche da tarde ou no café da manhã.

Opções para diferentes públicos

Uma grande dificuldade da venda de chocotones no país era o aumento do número de diagnósticos de pessoas com alguma doença alimentar restritiva, como intolerância à lactose, diabetes e doença celíaca.

Como o setor de alimentação procura sempre se atualizar em relação à demanda da clientela, hoje é possível encontrar receitas desse pão sem glúten, sem lactose ou sem açúcar, valorizando e aumentando a procura por esse produto especializado.

Além disso, o número de vegetarianos no Brasil aumenta a cada dia, então é essencial pensar nesse público também. Assim, use ingredientes como leites vegetais, óleo, extrato de baunilha, chocolate amargo etc.

Se você investe na venda desses produtos, vale a pena fazer uma pesquisa com os consumidores para verificar quais opções eles querem consumir.

Bom custo-benefício

A preparação de chocotones também é um ótimo investimento para o fabricante. O custo-benefício desse preparo e da revenda dos produtos é muito significativo, principalmente na época natalina, pois a receita é bastante procurada no país e os ingredientes são relativamente baratos.

Lembre-se também de investir em receitas alternativas, como versões dietéticas, sorvetone, chocotone com goiabada e trufado. Essas versões costumam ser um pouco mais caras, mas olhe pelo lado bom: elas podem ter um valor de revenda ainda maior.

Receitas variadas

O chocotone, assim como outros produtos, tem se reinventado conforme a demanda da clientela. A receita original é feita com gotas de chocolate, mas trataram logo de acrescentar novos ingredientes e de adaptar as preparações para sabores mais requintados.

Isso possibilitou a criação de doces como o chocotone com frutas vermelhas, recheios cítricos e outras opções bem criativas. Se você tem a oportunidade de criar um produto dentro de um padrão de qualidade, saiba que vale muito a pena investir na revenda ou na elaboração desses produtos.

Quais são os ingredientes necessários?

A base da receita do chocotone é bem parecida com a do tradicional panetone — a diferença são os complementos, como gotas de chocolate e recheios trufados. Tradicionalmente, a massa leva farinha de trigo, ovos, açúcar, água morna, manteiga e fermento biológico.

Há também quem prefira aromatizar a massa com algum tipo de bebida alcoólica, como o conhaque, ou mesmo com essências de baunilha ou laranja. Essa aromatização fica a critério de cada confeiteiro e deve estar de acordo com o tipo de chocolate utilizado.

Além da produção do chocotone em si, é preciso prestar atenção ao apelo visual. Lembre-se de que as vendas serão feitas em uma época festiva, então capriche e valorize a forma como vai apresentar o produto aos clientes! Vale a pena procurar embalagens diferenciadas, coloridas e bem trabalhadas, que nos remetam ao espírito natalino.

As embalagens mais tradicionais são aquelas em formatos de sacos, que podem ser encontradas em diferentes tipos de materiais. Mas para quem quiser e puder investir em algo mais sofisticado, há alternativas como as caixas de acrílico, que podem ser arrematadas com delicados laços.

Como fazer chocotone para vender?

Como dissemos, o chocotone é encontrado facilmente em diversos lugares. Então, antes de começar sua produção, pense em quais diferenciais você vai oferecer aos seus clientes. Recheios caprichados como brigadeiro, gianduia, ganache, chocolate com mix de castanhas e mousse são algumas das combinações que mais agradam o paladar dos brasileiros.

Após a definição do cardápio, é importante também criar um calendário que tenha bem definidas as datas de produção, já que a confecção dos produtos precisa começar bem antes do Natal. Aliás, normalmente, panetones e chocotones já ganham espaço no comércio no início de novembro.

Por isso, se você ainda tiver dúvidas sobre quais ingredientes usar, comece os testes com alguns meses de antecedência. Assim, durante a época de vendas, todas essas questões técnicas já terão sido resolvidas e o período será apenas para a comercialização dos produtos.

A chave para o sucesso será a elaboração de receitas diferenciadas, a valorização da apresentação e, claro, a divulgação eficiente e antecipada para os clientes. Se possível, comece a oferecer degustação dos chocotones antes mesmo de colocá-los à venda.

Como fazer a receita básica?

Uma receita básica de chocotone usa alguns ingredientes simples, que são facilmente encontrados em lojas de confeitaria. Veja!

Ingredientes:

  • 1 kg de farinha de trigo;
  • 400 ml de água morna;
  • 20 g de fermento biológico seco;
  • 150 g de açúcar;
  • 10 gemas de ovos;
  • 15 ml de essência de panetone;
  • 2 colheres (sopa) de extrato de baunilha;
  • 6 colheres (sopa) de mel;
  • raspas de laranja a gosto;
  • 160 g de manteiga sem sal;
  • 1 pitada de sal;
  • 350 g de chocolate picado ou gotas de chocolate.

O preparo da receita é bem simples, basta seguir o passo a passo das próximas linhas!

Modo de preparo

Comece preparando uma esponja. Misture 200 g da farinha de trigo, 200 ml da água morna e o fermento. A massa precisa ficar grossa e pegajosa. Se necessário, acrescente um pouco mais de água morna. Em seguida, deixe descansar por cerca de 30 minutos.

O próximo passo é diluir o mel nos outros 200 ml de água morna e adicionar a essência de panetone e o extrato de baunilha. Em outra tigela, misture a outra parte da farinha de trigo, o açúcar, o sal, as gemas e a esponja que estava descansando. O resultado será uma farofa, que deverá se juntar à mistura líquida. Essa parte deve ser feita na batedeira, usando os ganchos para massas pesadas.

Deixe a massa sovando na batedeira por cerca de 10 minutos, até que todos os ingredientes tenham sido bem incorporados e a massa esteja lisa. Ainda com o auxílio da batedeira, junte a manteiga e as raspas de laranja. Em seguida, abra a massa em uma superfície untada com óleo e incorpore o chocolate.

Faça uma bola e deixe a massa descansado em uma vasilha grande e untada com óleo por 1h30, pelo menos. Após esse descanso, você pode dividir a massa em duas partes e colocá-las nas formas. Essa receita básica rende dois chocotones de 600 g cada. Uma dica é preencher sempre metade da forma.

Deixe a massa crescer até atingir a borda da forma e, por último, leve para assar em forno preaquecido a 200 graus por cerca de 30 minutos. Depois que o chocotone esfriar, é hora de usar a imaginação para rechear e cobrir de acordo com sua preferência!

Como garantir a qualidade?

Tanto para a confecção da massa do chocotone como para fazer os recheios e as coberturas, é importante prestar atenção para escolher os melhores ingredientes possíveis. Assim, você conseguirá assegurar a qualidade das suas mercadorias e, naturalmente, os clientes ficarão muito mais satisfeitos.

Além das tradicionais lojas físicas, é possível encontrar lojas virtuais especializadas em food service que oferecem todos os ingredientes e utensílios necessários para a produção de chocotones. Essa possibilidade facilita o dia a dia do confeiteiro que não tem muito tempo ou mesmo que trabalha com uma equipe reduzida, precisando otimizar cada minuto.

Se você tinha dúvidas sobre por que investir em chocotone, percebeu que essa preparação é fácil de ser feita e chama a atenção de muitos clientes que estão dispostos a investir em algo de qualidade. Portanto, não deixe de fazer a receita na época do Natal. Além de valorizar o mix de produtos do seu negócio, você beneficiará os resultados das suas vendas.

Gostou de aprender como fazer chocotone e de conhecer as principais vantagens de investir nessa delícia? Tem outras dicas e sugestões de receitas? Deixe um comentário e compartilhe sua opinião com a gente!

Você também pode gostar

Deixe um comentário