9 Dicas essenciais para quem quer apostar na venda de marmitas

6 minutos para ler

A forma de consumo passou por mudanças em virtude da pandemia do novo coronavírus. A oferta de pratos e alimentos por delivery aumenta a cada dia, sendo uma grande oportunidade para iniciar negócios, principalmente a venda de marmitas.

Esse segmento é um dos que mais crescem no mercado. No entanto, se você quer iniciar um negócio nesse ramo, é essencial conhecer todos os passos antes de começar a preparar as refeições.

Selecionamos 9 dicas essenciais para quem quer apostar na venda de marmitas e obter sucesso. Continue a leitura e saiba mais!

1. Pense bem no local

A venda de marmitas deve ser pensada para ocorrer em um local com grande circulação de pessoas. É pouco provável que você tenha sucesso em um lugar de difícil acesso, por isso, é essencial planejar o local de trabalho antes de começar o seu negócio.

Caso tenha capital para investir, você pode optar pela locação de um espaço para a produção das marmitas. Se esse não for o caso, comece na cozinha de casa mesmo, do jeito que for possível. O importante é dar o primeiro passo!

2. Pesquise e analise a concorrência

Isso não significa copiar o cardápio e os preços dos seus principais concorrentes, mas é preciso atentar para algumas características do serviço prestado por eles.

Como é a embalagem dos seus concorrentes? Eles fazem somente entrega ou também permitem a retirada das marmitas no local de produção? Trabalham com algum programa de fidelidade? Quais são as formas de pagamento? Todas essas informações vão ajudar você a montar o seu negócio e a pensar em diferenciais.

3. Ofereça algum tipo de agrado ao cliente

Pode ser um suco ou uma sobremesa de cortesia: ofereça algo que faça seus clientes se lembrarem de você e da sua marca. Você também pode comprar ímãs de geladeira com seu contato. É uma forma de o consumidor sempre se lembrar de você quando precisar.

4. Planeje o cardápio

Planejar o cardápio e oferecer diversidade aos clientes é, sem dúvida, um passo fundamental para quem quer apostar na venda de marmitas. Afinal, o menu precisa ser algo adequado ao seu público-alvo. Caso deseje focar nos pratos executivos ou nas refeições tradicionais, por exemplo, crie um cardápio saboroso e simples, que agrade os consumidores.

Alguns ingredientes e preparações que são fundamentais para a montagem da sua marmita são:

  • saladas e legumes;
  • batatas;
  • farofa, lentilhas e feijões;
  • escondidinhos;
  • polentas;
  • massas;
  • purês;
  • arroz.

No entanto, caso o foco do seu negócio seja a venda de marmitas para um público específico, como refeições low carb ou saudáveis, monte um menu variado e adequado, que proporcione opções para agradar os mais variados paladares.

5. Use ingredientes de qualidade

Se você quer ser um dos grandes nomes de destaques da venda de marmitas, não dá para fugir: usar ingredientes de qualidade é essencial e influencia diretamente na comida. Logo, não adianta oferecer uma macarronada, por exemplo, se o molho de tomate utilizado é de péssima qualidade.

Pesquise locais que vendem matérias-primas no atacado com preços justos e compre bons produtos para o seu restaurante. Ao oferecer o melhor para os clientes, é possível agregar valor à sua marca e os consumidores passam a confiar em você, optando sempre pelo seu estabelecimento.

6. Faça um planejamento para a venda de marmitas

Para começar a venda de marmitas, você vai precisar de alguns equipamentos. Os empresários do setor recomendam o uso de, pelo menos, dois telefones celulares e WhatsApp para receber pedidos.

Além disso, é importante organizar as entregas e, é claro, manter a higiene. Lembre-se: detalhes simples mudarão tudo sobre o atendimento ao cliente, portanto, certifique-se de ter todos os requisitos para tornar as vendas mais lucrativas do que você pensa.

Ao contratar um colaborador para realizar a entrega (motocicleta ou bicicleta), certifique-se de que a pessoa é confiável e trabalha rapidamente. Além disso, preste atenção nos temperos, tente fornecer alimentos frescos e monte a marmita com capricho.

7. Saiba precificar corretamente as marmitas

Saber quanto as suas refeições valem é muito importante para ter uma estimativa de lucro. Isso quer dizer que precificar corretamente as preparações é uma garantia de ter um bom dinheiro no fim do mês.

Assim, escolha uma quantidade unitária de ingredientes, como 1 kg de carne, um pacote de feijão e de arroz, por exemplo, e veja quantas marmitas você prepara com esses alimentos. Após isso, divida o valor gasto na compra dos produtos pelo número de refeições feitas por eles.

Depois, é necessário acrescentar cerca de 30% em cada marmita referente ao gasto com gás, temperos, óleos, luz, equipamentos, embalagens etc. Após realizar todos os cálculos, insira uma margem de 40% de lucro, que pode variar de acordo com o valor gasto com os ingredientes.

8. Use a abuse da divulgação

divulgação do seu novo negócio é fundamental para os clientes começarem a conhecer a sua marca. Assim que tudo estiver pronto, comece a mostrar ao público que você existe. Hoje em dia, as redes sociais são uma ótima ferramenta para divulgar sua venda de marmitas e interagir rapidamente com os clientes. Por meio delas, você pode receber pedidos e fazer com que novos clientes conheçam o seu negócio.

9. Invista na venda de marmitas por aplicativos de delivery

Com a correria do dia a dia e o isolamento social causado pelo novo Coronavírus, investir em aplicativos de entrega é fundamental para quem quer alavancar as vendas. Atualmente, existem várias opções, como Rappi, Uber Eats, Ifood, entre outros.

Por meio deles, é possível atingir um público maior, fazendo que você se destaque no mercado de marmitas. Essa forma de negócio gera um ótimo retorno financeiro e o investimento se dá na própria estrutura da produção. Portanto, considere essa alternativa e implemente já em seu restaurante!

Agora que você já sabe como empreender com a venda de marmitas, lembre-se de colocar as nossas dicas em prática para ter sucesso com o seu negócio. Além disso, no momento de preparar as refeições, use ingredientes de qualidade e ofereça um cardápio variado para os clientes.

Gostou do conteúdo e quer saber mais? Então, siga-nos nas redes sociais para ficar sempre por dentro das nossas publicações. Estamos no Facebook, no YouTube e no Instagram!

Você também pode gostar

Deixe um comentário