Como criar um plano de negócios para o segmento de alimentação?

4 minutos para ler

O ramo da alimentação está crescendo gradualmente depois de uma queda em abril de 2020, em consequência da pandemia de Covid-19. Os números mostrados pelas pesquisas da Food Consulting, parceira do Sebrae, são animadores. Mas para conseguir decolar nesse segmento, é fundamental que você saiba como criar um plano de negócios.

Trata-se de um documento que detalha todas as ações que envolvem o processo de criação, desenvolvimento e resultado de uma empresa em formação ou que quer expandir ou transformar suas atividades. Embora não exclua possíveis riscos, esse planejamento é capaz de evitar erros por falta de análise, o que diminui as incertezas do negócio.

Quer descobrir como criar um plano de negócios para o ramo alimentício? Então não perca o nosso post. Boa leitura!

Faça um sumário executivo

O sumário executivo tem a função de resumir em até duas páginas todas as ideias descritas no planejamento, para que possa ser feita uma análise crítica do plano empresarial. As informações mais relevantes são:

  • descrição do empreendimento e o diferencial no mercado;
  • enquadramento tributário;
  • fonte de recurso;
  • capital social;
  • forma jurídica;
  • descrição dos empreendedores.

Crie uma estrutura

Criar uma estrutura para o plano de negócios envolve descrever o tipo de serviço ou produto que você quer vender, como os tipos de salgados, doces ou pães, destacando os diferenciais de mercado. Também é importante fazer a identificação do seu público-alvo, para estabelecer de forma clara quem será o seu cliente.

Além disso, coloque quais são os equipamentos necessários para a sua padaria ou confeitaria, desde os maiores até os utensílios mais básicos.

Descreva a empresa

Descrever a sua padaria ou confeitaria é uma tarefa que requer alguns cuidados. O tamanho da seção depende da complexidade do plano que você quer montar, mas o ideal é não ultrapassar duas páginas. Sem extrapolar o nível de detalhamento, você pode colocar:

  • os pontos fortes do empreendimento;
  • características do mercado em que o seu negócio está inserido;
  • como a empresa terá lucro;
  • indicadores e objetivos;
  • tipo jurídico da empresa, o nome, propriedades e ativos intangíveis.

Faça um plano de marketing

Essa etapa permite entender melhor como as possibilidades de divulgação da empresa podem dar bons frutos. Aqui, você mostrará o produto que vende e os serviços que oferta para os clientes. Para isso, coloque em seu plano de marketing:

Contrate um contador

Além de todos os pontos mencionados, é muito importante ter ao lado uma boa equipe de contabilidade para cuidar da parte financeira e registrar os lucros que sua padaria ou confeitaria teve ao longo dos meses.

Com o apoio de um contador, você conseguirá mapear a rota de acertos e erros do negócio e fazer alterações pontuais, com o objetivo de alcançar as metas da melhor maneira possível.

Pronto! Agora você já sabe como criar um plano de negócios. Siga as nossas dicas para evitar erros que podem prejudicar o empreendimento, como deixar o planejamento financeiro de lado, ignorar a concorrência e trabalhar com base em suposições. Além disso, ao procurar uma empresa para abastecer o estoque de produtos alimentícios, opte por uma séria e que tenha ingredientes de qualidade, como aqui na Nova Safra.

Então, que tal começar logo a empreender? Entre em contato conosco e veja como podemos ajudar você nessa jornada!

Você também pode gostar

Deixe um comentário