Como ter renda extra com chocolate nesta Páscoa?

6 minutos para ler

A Páscoa é uma das datas mais esperadas pelos brasileiros, afinal, a época marca uma das festas mais importantes para os cristãos e significa um momento de reunião familiar. Já para os empreendedores ou mesmo para aqueles que querem criar uma renda extra com chocolate, a Páscoa é a data mais do que recomendada para investir na produção e ter sucesso nas vendas.

No entanto, para fazer doces em casa, é preciso investir nos equipamentos certos e em ingredientes de qualidade, mesmo que a sua ideia seja ter uma renda extra somente em épocas do ano específicas.

Quem tem experiência com chocolate, sabe que essa matéria-prima requer cuidados e que escolher produtos de qualidade vai fazer toda a diferença no produto final.

Se você tem dúvidas sobre como criar essa renda extra na Páscoa e precisa de algumas ideias, abaixo listamos dicas essenciais que é preciso levar em consideração. Confira!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Invista nos equipamentos necessários

Para trabalhar com chocolate, é preciso contar com algumas ferramentas específicas, como os moldes. Na Páscoa, os maiores pedidos são de ovos de chocolate, então, o primeiro investimento deve ser nesse tipo de utensílio, inclusive, de diferentes tamanhos.

Como tudo na confeitaria, trabalhar com medidas exatas é o que vai fazer a diferença no sucesso ou não das receitas, por isso, vale a pena investir também em uma balança de cozinha. Aliás, esse utensílio vai ser útil não apenas para trabalhar com chocolate, mas para qualquer outro tipo de preparo, seja doce ou salgado.

Para derreter o chocolate, é possível usar tanto um micro-ondas quanto aquelas panelas de banho-maria. E para auxiliar nesse processo, é preciso investir em espátulas e bowls. Saber a temperatura do chocolate também é muito importante, então, é preciso ter um termômetro.

Pincéis culinários, luvas próprias para usar na cozinha e forminhas ou moldes de diferentes doces, como trufas e bombons, não devem faltar no seu kit de itens básicos para trabalhar com chocolate.

Faça os cálculos dos custos e lucros

Uma dúvida muito comum para quem está começando nessa área de vendas, ou mesmo para aqueles com pouca experiência de mercado, é quanto à precificação dos produtos. É preciso encontrar um preço justo, que pague os custos de produção e a matéria-prima, além do lucro do empreendedor.

A primeira dica é levantar todos os ingredientes que foram usados no produto a ser vendido e calcular o seu rendimento. Por exemplo, imagine que, para baratear os custos, você compra barras de 5 kg de chocolate por um preço de R$15,00.

No entanto, para produzir um ovo de páscoa médio, são usados apenas 500 gramas do chocolate. Então, o custo do chocolate por produto será de R$1,50.

Essa mesma regra de cálculo deve ser aplicada aos demais ingredientes usados, inclusive, para a produção dos bombons que acompanham os ovos.

Não se esqueça também de calcular embalagens, caixas e tudo mais que fizer parte da decoração final. Sabendo desses números, o próximo passo é acrescentar os custos de preparos, que são o gasto de água e energia elétrica, por exemplo.

Para se chegar ao custo de produção, você pode acrescentar 10% do valor dos custos de matéria-prima. Por último, o empreendedor precisa acrescentar o valor da sua hora de trabalho, ou seja, quanto custou a mão de obra para a produção daquele produto. Somados todos esses custos, você saberá qual o preço ideal a ser cobrado por cada item.

Trabalhe com fornecedores confiáveis

Um dos fatores que vão ajudar você a ter sucesso nas vendas é a qualidade do produto vendido. Isso significa que, para um empreendedor que trabalha com a venda de itens feitos com chocolate, a atenção deve ser redobrada ao escolher cada matéria-prima que será usada nas receitas.

Para se ter um bom ovo de chocolate, além de seguir as técnicas adequadas que esse delicado material exige durante a sua manipulação, é de extrema importância que o chocolate seja de qualidade.

Hoje, existem diversas marcas e variedades de produtos no mercado, então, é preciso saber reconhecer qual é o mais adequado para cada tipo de preparo para não comprometer as receitas e ter prejuízo.

Priorize trabalhar com fornecedores confiáveis e especializados no que você precisa e com referência de mercado, somente assim será mais fácil assegurar que os seus produtos terão a qualidade que os exigentes clientes estão em busca.

Esteja atento aos riscos

Não é todo mundo que sabe trabalhar com chocolate e, muitas vezes, a falta de experiência pode trazer prejuízos, como a perda de material. Então, antes de se arriscar nessa função, procure estudar as técnicas para se trabalhar com esse ingrediente que é muito sensível, especialmente ao calor.

Por exemplo, existem chocolates hidrogenados que são muito mais fáceis de se trabalhar e não exigem a temperagem. No entanto, o sabor desse ingrediente não é tão bom quanto o do verdadeiro chocolate, então, o ideal é que você aprenda a trabalhar com o chocolate na temperatura certa.

Quando estiver derretendo o chocolate, tome cuidado também para não deixar que a água entre em contato com o material, pois ele poderá se transformar em uma massa granulada que não servirá mais para fazer um ovo, por exemplo. E ao adicionar ingredientes como licores ao chocolate, tenha cuidado com a temperatura deles também.

Divulgue o seu trabalho nas redes sociais

Por último, não se esqueça de divulgar o seu trabalho nas redes sociais, afinal, esses canais são gratuitos e atingem muitas pessoas. Crie perfis profissionais, compartilhe fotos bem produzidas do seu trabalho, desenvolva promoções e interaja com os seus seguidores.

Hoje, redes sociais como o Facebook e Instagram têm um alcance enorme e ajudam na consolidação de vários negócios, inclusive para quem trabalha com vendas esporádicas. Mas lembre-se de não misturar o seu perfil pessoal com o perfil profissional, pois os objetivos são bem diferentes.

Mesmo que as vendas de chocolates sejam apenas um complemento para a sua renda de vez em quando, procure trabalhar sempre com fornecedores com referência e produtos de qualidade. E, claro, estude muito bem todas as técnicas que devem ser usadas durante a manipulação do chocolate.

Se você gostou deste post sobre renda extra com chocolate, aproveite para conhecer no nosso site todas as matérias-primas de qualidade que é possível comprar agora mesmo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário