Afinal, o que é comfort food e como explorá-la na confeitaria?

6 minutos para ler

Sabe aquela comida que, além de saciar, consegue promover uma sensação de bem-estar e mesmo aconchego? Por exemplo, um bolo de cenoura que nos faz relembrar a infância ou mesmo um delicioso prato salgado tem esse poder de nos “confortar” e, justamente por isso, que se enquadra na categoria de comida comfort food.

A alimentação não está relacionada apenas ao fato de oferecer ao corpo nutrientes necessários para que ele funcione bem. Ela também deve saciar a nossa vontade e paladar, além de ter grande conexão com o emocional. É exatamente disso que se trata a comfort food: de comidas nostálgicas que estão ligadas às nossas emoções.

Você já deve ter sentido falta de alguma comida que seus pais faziam na sua infância quando ficava doente ou de algum prato que você associa a um momento muito especial da sua vida. Tudo isso é considerado comfort food! Se você quer saber como aplicar esse conceito no ramo da confeitaria, abaixo listamos algumas dicas. Confira!

Bolo de cenoura

De maneira geral, podemos entender a comida comfort food como aquela que procuramos consumir para nos satisfazer emocionalmente também. Por exemplo, em um dia chuvoso em casa, muitas pessoas procuram uma sensação de bem-estar na alimentação, fazendo um bolo para acompanhar o café da tarde.

E essa tendência pode muito bem ser explorada no ramo da confeitaria, já que muitas receitas nos remetem à infância, momentos em família ou mesmo confraternização entre amigos. No Brasil, um dos pratos campeões no quesito de memória afetiva é o bolo de cenoura.

Mesmo que cada família tenha a sua própria receita, a combinação entre a massa de cenoura com o brigadeiro ou a simples calda de chocolate representa muito bem o que podemos definir como comfort food. Então, se você tem planos de explorar essa tendência no seu negócio, uma boa dica é começar apostando em uma boa receita de bolo de cenoura.

O segredo para que esse bolo seja perfeito é fazer uma massa leve, sem muito óleo ou farinha, pois o excesso desses ingredientes pode deixá-la pesada. Como cobertura, um brigadeiro feito com chocolate ao leite ou meio-amargo vai fazer sucesso. Além do mais, essa receita é bem versátil e pode ser vendida na versão de pote. 

Bolinho de chuva

Para muitas pessoas, o bolinho de chuva remete à infância, quando os dias estavam chuvosos e não podiam sair para brincar. Com isso, os pais acabavam fazendo essa comida durante à tarde, para todos comerem e passarem o dia de uma forma mais gostosa.

O bolinho de chuva pode ser preparado com canela, para dar aquele toque especial, e ainda ser recheado com doce de leite. Por mais que seja associado aos dias chuvosos, combina com qualquer tarde nublada e inverno.

Uma dica para incrementar a receita é servir os bolinhos acompanhados por doce de leite, brigadeiro ou ganache. Esse toque extra vai valorizar uma receita simples e, sem dúvidas, deixar o sabor ainda mais interessante. 

Bolo de fubá cremoso

Outra receita muito comum é o bolo de fubá cremoso. Essa iguaria, além de ser muito fácil de ser preparada, fica uma delícia e combina muito bem com o cafezinho de todo dia.

O recheio cremoso, resultado do derretimento do queijo, é um extra que deixa o simples bolo de fubá com um toque especial. Para incrementar um pouco mais a receita, por cima pode-se polvilhar coco ralado ou mesmo canela em pó, de acordo com a preferência da sua clientela. 

Brigadeiro

brigadeiro é uma comida que, para a maioria dos adultos e crianças, lembra momentos muito especiais, como aniversários, no caso dos enrolados em granulado. Por isso, é muito comum que ele esteja associado a festas e momentos alegres.

Sem falar que o brigadeiro é um alimento que agrada a praticamente todos e que pode ser preparado com diversas variações e sabores para inovar e deixar as pessoas curiosas para experimentá-lo.

Aposte nas receitas tradicionais, como o brigadeiro de chocolate ao leite ou em pó, mas procure também incrementar o menu com diferenciais como brigadeiro de pistache, café, paçoca, napolitano, palha italiana, chocolate meio-amargo, churros, entre outras opções. 

Pudim

O Natal e Ano Novo são momentos muito especiais para a maioria das famílias — tanto pelos presentes, momento de união, gratidão e até pela mesa farta de salgados e doces. Entre essas comidas, uma das mais comuns, que não falta nessa época, é o pudim de leite condensado.

A receita é muito clássica e sem erro. O mais legal é que esse é um alimento muito conhecido por todos, que tem maior durabilidade e que é fácil de ser carregado em potinhos. Além do mais, essa receita simples também pode ser variada, acrescentando ingredientes como laranja, limão siciliano e mesmo chocolate. 

Rabanada

Outro prato que também nos faz relembrar muito a época do Natal é a rabanada. Em muitas famílias, essa delícia é servida já no café da manhã do Natal, para começar o dia de uma maneira bem deliciosa!

No entanto, essa receita não precisa ser apreciada apenas no Natal, pelo contrário, o seu sabor marcante, acentuado pelo uso da canela, pode e deve ser apreciado ao longo de todo o ano. Para um toque mais especial, a rabanada pode ser recheada com doce de leite ou mesmo servida com creme de avelã.

Chup-chup

Durante sua infância, provavelmente, você teve uma vizinha ou um vizinho que vendia chup-chup e que todos os seus amigos se reuniam para ir até lá comprar. Ao contrário do bolinho de chuva, essa é uma opção ótima para os dias quentes, afinal, esse é o melhor momento para se refrescar e aproveitar algo gelado.

É possível fazer tanto a versão mais comum do geladinho de frutas (coco, maracujá, uva…) quanto investir no chup-chup gourmet com sabores bem elaborados para despertar a curiosidade.

Viu só como investir em comfort food em seu negócio é uma ótima maneira de despertar no cliente aquela sensação nostálgica e gostosa de momentos especiais que envolviam esses alimentos?

Mas lembre-se também de que o sucesso do seu negócio vai depender da qualidade do que é servido. Então, procure sempre trabalhar com fornecedores de qualidade, como é o caso da Nova Safra, que tem tudo o que você precisa para começar agora mesmo a trabalhar no ramo de comfort food.

E se você gostou dessas dicas, aproveite para curtir a nossa página no Facebook e ficar por dentro de mais conteúdos como este!

Você também pode gostar

Deixe um comentário