Veja 5 dicas para montar um sushi delivery

6 minutos para ler

Já pensou na possibilidade de abrir um sushi delivery? Por aqui, a comida japonesa é muito consumida — e o sushi já caiu no gosto dos brasileiros há muito tempo. Para quem quer ter o próprio negócio na área da gastronomia, essa pode ser uma interessante oportunidade para fazer muito sucesso. Mas o que é preciso para tirar essa ideia do papel e colocá-la em prática?

Como em qualquer outro tipo de negócio, é importante ter um planejamento — tanto de ideias como de finanças. Ou seja, tudo começa com um plano de negócios bem definido. Além do mais, é essencial pensar quem é o público-alvo, qual o tipo de cardápio, como será a forma de atendimento, entre outras questões práticas ligadas ao dia a dia do negócio. Então, se você tem o sonho de investir nessa área, mas ainda tem dúvidas sobre como começar, abaixo listamos algumas dicas que poderão ajudar. Descubra já!

1. Monte um plano de negócios de sushi delivery

Fazer um plano de negócios é imprescindível para ter um empreendimento bem-sucedido. Afinal de contas, esse documento reúne informações importantes que vão auxiliar na definição de estratégias. Para começar o plano de negócios do seu sushi delivery, é preciso escrever quais são os objetivos da empresa e os caminhos que levarão ao cumprimento dessas metas.

Faça uma análise do mercado, coletando informações sobre concorrentes, público-alvo e até mesmo fornecedores. Inclusive, uma das etapas mais importantes para toda empresa é identificar os seus potenciais clientes, pois a partir dessa informação as estratégias de crescimento serão desenvolvidas — servindo de base para que as ações de marketing e comunicação sejam criadas com mais eficiência (veja mais no tópico 3).

No plano de negócios também é importante definir o posicionamento da sua marca, ou seja, qual é o nível de qualidade e de custo-benefício que será levado aos clientes. Não se esqueça também de estabelecer o funcionamento do departamento financeiro e como será o operacional relacionado às finanças, já que é necessário ter fluxo de caixa e capital de giro, bem como lidar com pagamentos, fornecedores, entre outros pontos.

Dica: caso você não tenha experiência nessa área, vale a pena buscar ajuda profissional. É importante saber que nenhum negócio vai dar certo se as finanças não estiverem organizadas desde o início.

2. Liste os investimentos necessários

Mesmo que a intenção seja montar um sushi delivery e não um restaurante tradicional, certamente será preciso investir em equipamentos e utensílios específicos para a produção dos pratos. A comida japonesa é muito apreciada pelo seu nível de qualidade e também pelo frescor dos ingredientes; portanto, é ideal garantir o armazenamento correto de cada item a ser usado — principalmente os peixes, que devem ser sempre frescos.

O sushiman, que é o responsável pela preparação das iguarias, também necessita de alguns acessórios típicos, como um conjunto de facas. Certifique-se de montar uma estrutura completa, para que a qualidade do trabalho final não seja comprometida. É claro que, ao longo do crescimento do negócio, novos investimentos deverão ser feitos — mas, desde o começo, é importante se preocupar em ter os utensílios e equipamentos indispensáveis para a execução dos pratos japoneses.

3. Defina o seu público-alvo

Como falamos no item 1, antes de abrir qualquer negócio, seja um restaurante ou uma empresa de outro segmento, é preciso ter uma ideia de quem será o público-alvo — isto é, para quem os produtos e/ou serviços serão direcionados. Além de conhecer a idade dos clientes e o local onde eles moram, definir o ticket médio é essencial — ou seja, qual o valor gasto, em média, pela maioria dos clientes.

Obviamente, ao longo do desenvolvimento da empresa esse perfil de clientela poderá mudar, e é um processo natural. No entanto, antes mesmo de tirar as ideias do papel, pense no perfil das pessoas que a sua empresa atenderá. Para se chegar a um público-alvo mais estruturado, vale a pena investir em pesquisas de mercado, analisar as empresas concorrentes e entender muito bem sobre a área de sushi delivery.

4. Desenvolva um cardápio próprio

Trabalhar com comida japonesa significa dispor de inúmeras possibilidades de combinações de sabores — e essa variedade deve ser explorada no cardápio. Além do sushi, podem e devem ser inclusos pratos complementares, como hot roll, sashimi, temaki e niguiri.

É importante pensar em um cardápio com várias opções de pratos, diferentes combos e também combinações personalizadas. Inclusive, podem ser criadas sobremesas — como sushi doce, hot roll de banana, entre outras possibilidades que a sua criatividade permitir.

A partir do momento em que o sushi delivery estiver funcionando, será mais fácil perceber a preferência do seu público. Com isso, você poderá fazer adaptações no cardápio, tanto para incluir pratos como também excluir aqueles que não têm muita saída. Para fazer as entregas dos pratos, não se esqueça de escolher embalagens práticas e de qualidade — pois o cliente que consome a comida em casa quer a mesma excelência do cliente que está presencialmente no restaurante.

5. Divulgue nas redes sociais

Hoje, as redes sociais são ferramentas de marketing muito eficientes, em qualquer mercado. A partir de plataformas como o Facebook e o Instagram, você vai conseguir alcançar o seu público-alvo e, muitas vezes, sem precisar investir altos valores.

Para isso, entretanto, será necessário criar conteúdos de qualidade, com informações objetivas e relevantes, além de publicar fotos que valorizem o seu negócio. Crie promoções, interaja com os clientes e compartilhe novidades pertinentes com frequência — afinal, as redes sociais de uma empresa precisam ser atualizadas constantemente para atrair a atenção do público.

Ou seja, um bom planejamento desde o início e a preocupação com a boa qualidade da comida — aliados a um serviço de entrega eficiente — são itens indispensáveis para que o seu sushi delivery seja um sucesso. Lembre-se também de sempre comprar os ingredientes e acessórios de fornecedores de confiança — como é o caso da Nova Safra, que tem uma incrível variedade de produtos orientais para atender às necessidades do seu negócio.

Aliás, aproveite agora para entrar em contato conosco e conhecer todos os produtos da nossa loja on-line. Até a próxima!

Você também pode gostar

Deixe um comentário