4 cuidados que devem ser tomados ao escolher bacon fatiado

6 minutos para ler

Existe uma verdadeira adoração pelo famoso bacon, não é mesmo? E não é para menos! Esse corte suculento e de sabor tão característico está sempre presente na mesa dos brasileiros. Seja no café da manhã, para dar sabor ao feijão, no hambúrguer, na pizza e até em sobremesas. Não importa: onde houver espaço, o bacon é bem-vindo!

Por ser um ingrediente tão querido e presente, é importante ter em mente que alguns cuidados são necessários na sua preparação — principalmente para o caso do bacon fatiado.

Quer saber mais sobre o assunto? Trouxemos, neste artigo, 4 cuidados a serem tomados ao escolher bacon fatiado. Fique conosco!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

1. Saiba diferenciar os tipos de bacon e as suas aplicações

Antes de mais nada, é preciso desmistificar a ideia de que só existe um tipo de bacon: aquele mais comum, geralmente curado e defumado, encontrado em pedaços em bancadas do supermercado. Há vários tipos e, dependendo de sua natureza, podem se sair melhor em determinadas receitas, aplicações e diferentes tipos de manipulação. Acompanhe!

Bacon

O já citado bacon mais comum, nada mais é que um corte da pancetta — ou da barriga do porco. Após ser salgado, passa por um processo de cura e defumação. Sua aplicação é bem versátil, podendo ser usado para fritar, assar, dar sabor aos pratos ou para ser cozido em caldos.

Dependendo do tipo de aplicação, ele pode ser usado em cubos, pedaços grandes ou lascas. O bacon tradicional fatiado facilita o trabalho na hora de grelhar ou assar, por exemplo, permitindo maior contato com a superfície de aquecimento.

Pancetta

A pancetta é uma parte da barriga suína curada no sal, que passa por um processo de mistura de temperos, como alho, pimentas, ervas etc. Mas não é defumada — o que é a sua principal diferenciação do bacon tradicional.

A receita italiana apresenta um corte mais carnudo, de sabor sofisticado e suave. Esse tipo de bacon é muito comum ao ser usado como prato principal ou como acompanhamento de pratos italianos, como risotos e espaguetes. A pancetta fatiada apresentará, portanto, maior porcentagem de carne que o bacon comum.

2. Conheça cortes semelhantes ao famoso bacon

Outros cortes que podem cumprir a função do bacon fatiado em uma receita, trazendo o sabor marcante e/ou a defumação, são os seus familiares mais próximos: a guanciale e o lombo canadense.

Guanciale

Em vez da barriga do porco, estamos tratando nesse caso da bochecha dos suínos — ou “guancia”, no italiano. O processo é o meio-termo entre o bacon e a pancetta, mas o sabor é distinto.

O corte leva sal, que se mantém na carne pelo período de uma semana para retirar toda a água. Logo em seguida, é curado ao ar livre por 40 dias. Diferentemente do bacon, não é defumando; e distinto da pancetta, não recebe especiarias, tornando-se mais uma opção para a infinidade de receitas existentes.

Lombo canadense

Partimos para o lombo do porco e, dessa vez, o que prevalece é a carne, em um corte com muito pouca gordura. E o objetivo é justamente este: aproveitar o sabor do bacon, sem se preocupar com a alta porcentagem de gordura presente.

E se existe alguma semelhança com o bacon tradicional, isso se deve ao seu processo de defumação. É geralmente encontrado em fatias circulares, o que facilita a sua manipulação para o recheio de diferentes receitas.

3. Saiba o que avaliar no processo de fabricação da carne

Cada receita necessita de uma característica. Como já foi visto antes, se você procura por intensidade de sabor e defumação, vá de bacon. Se você não procura por um sabor que roube a cena, vá de pancetta. Mas o importante a saber, especialmente para o caso do bacon fatiado, é o seu processo de fabricação e a sua natureza.

Proporção de carne para gordura

Tudo isso depende da aplicação do corte na sua receita. Se possível, use o caldo da gordura como óleo de fritura, por exemplo.

Como, às vezes, a necessidade é contar com o mínimo de gordura possível, a dica é escolher a proporção de dois terços de carne para um terço de gordura.

Os quatro tipos de bacons e similares podem ser também a salvação do seu prato. Bacons tradicionais tendem a vir com mais gordura, a pancetta com menos e o lombo canadense com quase nenhuma.

Curado e defumado

Como forma de lembrete, estabelecemos um pequeno esquema para que você ache as características desejadas no seu corte:

  • bacon: o mais tradicional. É defumado e curado;
  • pancetta: temperada com especiarias e curada, mas não defumada.
  • guanciale: bochecha do porco curada apenas com sal, mas não defumada.
  • lombo canadense: lombo defumado e curado, normalmente encontrado em fatias circulares.

4. Fique atento ao estado de conservação

A técnica secular de salgar a carne é talvez o processo mais antigo de conservação de alimentos que se tem notícia. No caso do bacon, o processo de salgá-lo, além de evitar que culturas de microrganismos nocivos se perpetuem devido à perda de água, promove um sabor característico e uma cor avermelhada por fora.

É muito comum também o uso de antioxidante pelos fabricantes industriais como forma de manter a cor da carne por mais tempo. Embora existam esses processos para a conservação do alimento, é importante que, ao realizar o corte, reserve-o em geladeiras, em vasilhames vedados. Para durar mais tempo, pode ir também ao freezer, por um período de até 5 meses. Uma dica: o bacon fatiado ajuda no processo de armazenamento e descongelamento quase imediato para o uso.

Agora que você sabe diferenciar os tipos de cortes de suíno mais famosos do mundo, além dos seus similares, cura, defumação, conservação e porcentagem de gordura, é hora de colocar em prática os cuidados com a sua manipulação. E lembre-se: vários formatos são bem-vindos em diversas receitas, mas o bacon fatiado pode facilitar uma infinidade delas, devida à sua versatilidade e facilidade de cozimento.

Gostou deste conteúdo? Para tirar dúvidas e achar os produtos de qualidade para as suas receitas, estamos a postos para atendê-lo. Entre em contato e saiba mais! Até logo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário