Você sabe o que é isomalte e para que serve?

3 minutos para ler

O isomalte é um dos ingredientes que chegaram ao mercado nos últimos anos e que vieram para revolucionar técnicas de cozinha. Basicamente, ele tem as mesmas funções do açúcar, no entanto, tem menos calorias e não é derivado da cana. Mas como é uma novidade, nem todos os confeiteiros ou profissionais que trabalham com gastronomia o conhecem, além de terem muitas dúvidas sobre o que é isomalte.

De forma geral, ele é um açúcar químico feito a partir da mistura de dois tipos de álcoois, e foi descoberto ainda na década de 1960. Uma grande vantagem é que ele tem baixo índice glicêmico, o que não estimula a liberação da insulina e não eleva os níveis de açúcar no sangue.

Para você que tem curiosidade sobre o assunto isomalte, abaixo, explicamos melhor quais são suas propriedades e como pode ser usado. Confira!

O que é isomalte?

O isomalte pode ser considerado um substituto para o açúcar na cozinha, especialmente para os confeiteiros que gostam de trabalhar com preparações e decorações mais elaboradas. Mas, na prática, ele pode ser definido como um adoçante que não contém açúcar.

Inclusive, até mesmo sua aparência em forma de cristais brancos e inodoro se assemelha ao tradicional açúcar. Um ponto alto do isomalte é a sua versatilidade, já que ele é muito usado para conferir não apenas doçura aos preparos, mas também texturas e formas diferenciadas. Além disso, podem ser adicionados outros elementos para que o trabalho com o isomalte fique ainda mais valorizado, como corantes e confeitos.

Como usar o isomalte?

Até aqui, você já sabe que o isomalte pode ser usado como açúcar, mas o mais interessante é que ele é indicado para preparos mais elaborados, que sejam resistentes à cristalização. Por exemplo, pirulitos, esculturas e flores de cristal para decorar bolos são alguns dos preparos que mais se beneficiam das características do isomalte, pois ele oferece um resultado superior ao açúcar para esse tipo de finalidade.

Para usá-lo, o processo é bem simples. Basta aquecê-lo com água a uma temperatura de 170 graus. Aliás, o ponto de fervura não pode passar dessa temperatura, pois esse é o ponto ideal para se trabalhar com o isomalte. Depois disso, somente é preciso colocar o líquido nos moldes de silicone, de acordo com os formatos que você deseja produzir.

Caso queira trabalhar com corantes ou confeitos para decorar, por exemplo, você deve adicionar esses elementos depois que o isomalte estiver derretido, antes de colocar nos moldes. Em seguida, é só esperar o isomalte esfriar para desenformar as suas criações.

Quais são as vantagens do isomalte?

Uma das grandes vantagens do isomalte é que ele resiste à cristalização, sendo considerado muito melhor que o açúcar tradicional ou xarope de milho para a criação de esculturas decorativas, por exemplo. Como também não impacta nos níveis de açúcar no sangue, é considerado um alimento que pode ser consumido pelos diabéticos — mas isso deve ser sempre confirmado com o médico pessoal de cada um.

Por ser de baixa caloria, também já é considerado a melhor opção para quem está sempre preocupado com o consumo calórico. Ou seja, para a produção de doces mais duros, você já sabe qual é a melhor alternativa para dinamizar a sua produção.

Se você gostou deste conteúdo sobre o que é isomalte, aproveite para curtir a nossa página no Facebook e continuar por dentro de todas as novidades!

Você também pode gostar

Deixe um comentário