Veja como começar a produzir gelato italiano investindo pouco

3 minutos para ler

O gelato italiano é conhecido por ter uma grande qualidade e pela técnica de preparo diferenciada, conquistando diversos consumidores por unir bons ingredientes, frescor e sabor. O doce ficou famoso no século XVI, com um vendedor de frango que venceu o concurso da melhor sobremesa criada pela rainha Caterina de Médici.

Existem algumas diferenças entre sorvete e gelato. Este último é consumido por no máximo 2 dias após a produção, sua confecção é feita somente com produtos naturais, não há acréscimo de gordura vegetal e recebe pouca quantidade de açúcar refinado.

Neste post, vamos mostrar como funciona a produção do gelato italiano e como investir nesse ramo. Confira!

Como é a produção artesanal do gelato italiano?

A produção artesanal do gelato se inicia com a escolha dos melhores ingredientes. Após isso, ocorrem 3 etapas essenciais:

  • homogeneização: o procedimento começa com a emulsão e homogeneização dos ingredientes em um processador;
  • pasteurização: essa etapa ocorre na máquina de fazer gelatos. Os processos ocorrem simultaneamente, aumentando a produtividade. O cilindro inferior tem como função resfriar e congelar a mistura até a conclusão do doce. O sistema pode garantir um produto consistente e cremoso;
  • ultracongelamento: após a conclusão do gelato, aplica-se um ultracongelamento para que a estrutura da decoração se mantenha e simplifique a exposição em uma vitrine.

Como começar a investir nesse ramo?

Faça um curso de produção de gelato

Para obter sucesso nesse tipo de negócio, é essencial conhecer as fases do processo de produção. Assim, tente fazer cursos de produção de gelato. Com eles, é possível conhecer técnicas comprovadas e testadas para a extração da melhor textura e sabor de cada remessa, sem comprometer a margem de lucro ou desperdiçar nenhum ingrediente.

Invista em sabores típicos e na qualidade dos ingredientes

Optar por bons ingredientes é fundamental para o bom resultado do produto. Por isso, opte por itens de boa qualidade e frescos. Caso você vá trabalhar com frutas, escolha aquelas da estação, que estarão com um aroma e sabor intensificados.

Usar frutas da estação também pode conferir um caráter sazonal ao gelato. Isso auxilia na criação de um senso de raridade e urgência entre as pessoas.

Escolha um bom ponto comercial

No momento de escolher o ponto comercial da gelateria, é muito importante pensar no público que você pretende atingir. Logo, se o seu público são classes mais altas, observe um bairro que esteja próximo delas.

Ademais, caso a sua região apresente um inverno mais rigoroso, dê preferência a sobremesas para essa época.

Amplie o cardápio

O gelato precisa ser o doce principal em sua gelateria. No entanto, seu estabelecimento pode se aproveitar de um cardápio com outras opções, desde que eles não atrapalhem a identificação da marca.

Pequenos lanches e café podem atrair um maior público para o negócio. Além disso, asseguram que os clientes tenham uma razão para visitar a sua gelateria mesmo no inverno.

Como vimos, o gelato italiano é um produto que vem fazendo bastante sucesso entre as pessoas. Por isso, é muito importante saber como é a sua produção e, para investir no ramo, opte por ingredientes de qualidade, faça um curso e escolha um ponto comercial estratégico.

Gostou deste conteúdo e quer ficar por dentro das novidades? Então, curta a nossa página no Facebook!

Você também pode gostar

Deixe um comentário