7 dicas para escolher uma chapa para Hambúrguer

6 minutos para ler

Ao abrir um negócio no ramo da alimentação, uma das etapas essenciais é comprar os equipamentos necessários para o preparo dos alimentos. No caso da chapa para hambúrguer, é importante ficar de olho em alguns detalhes, pois esse equipamento deve ser escolhido com base na sua produção, clientes e outras questões.

Escolhendo corretamente a chapa logo de primeira, você evita gastos desnecessários no futuro, facilita o seu trabalho ao atender à demanda de pedidos e, consequentemente, deixa os clientes satisfeitos, para que voltem novamente.

Então, quer saber como escolher a chapa para a sua hamburgueria? Continue lendo e confira as dicas que listamos para você!

Como escolher uma chapa para hambúrguer?

Se você pretende comprar uma chapa, é essencial realizar uma boa pesquisa. Assim como outros equipamentos para uma cozinha industrial, esse pode ser comprado pela internet ou em lojas físicas — o importante é analisar bem as especificações de acordo com as dicas que veremos a seguir, par evitar erros.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

1. Considere o tamanho da chapa

Antes de selecionar o tamanho da chapa, é recomendável fazer uma estimativa do número de clientes que serão atendidos no seu dia a dia e, primordialmente, nos dias com mais movimento, como finais de semana e feriados.

Ainda que em números aproximados, saber a quantidade de hambúrgueres a serem fritados na chapa é fundamental para ter certeza de que o tamanho selecionado será suficiente para todos os seus clientes, evitando que eles aguardem muito tempo.

2. Analise a qualidade do material

Existem no mercado alguns tipos de materiais para chapas, os mais comuns sendo o ferro e o aço inox.

Apesar de ambos apresentarem vantagens e o aço inox ser conhecido por sua durabilidade, alto aquecimento e outros benefícios, também já são encontrados outros produtos, de maior tecnologia, como a chapa de cerâmica e vidro. Esses modelos oferecem inovações exclusivas de infravermelho, que possibilitam maior potência e velocidade de aquecimento, além de economia e mais produtividade.

Outro ponto que precisa ser observado é se o material escolhido é de fácil limpeza. Nesse caso, a cerâmica e vidro também se destacam.

3. Conheça os tipos de aquecimento

Chapas como as de aço inox e de ferro costumam ter o comum aquecimento a gás, garantindo um bom funcionamento e utilização. Já as de vidro e cerâmica pode ser aquecidas à energia elétrica, que funciona por meio da tecnologia do infravermelho.

Nesse caso, para decidir qual é a melhor escolha para a sua hamburgueria, tudo dependerá das suas necessidades e da análise de cada um dos tipos de produtos. Em geral, a economia de energia deve ser levada em consideração, principalmente se a chapa ficar ligada por muitas horas.

4. Avalie o tempo que leva para aquecer

Na hora de escolher a sua chapa, tenha em mente o tempo que ela demora para aquecer. O ideal é optar pelos produtos que esquentam mais rapidamente, pois isso pode facilitar e agilizar o seu trabalho. Nesse sentido, a tecnologia do infravermelho é umas das que aquece mais rapidamente, ainda que os modelos movidos a gás também possam esquentar sem grandes demoras, hoje em dia.

De todo modo, chapas de rápido aquecimento não precisam ficar ligadas por muito tempo, e isso também garante uma economia considerável de energia. Modelos novos e modernos podem levar menos de 5 minutos para esquentar, em comparação aos modelos tradicionais, que demoram até 30 minutos.

5. Confira a espessura ideal da placa da chapa

A espessura da placa é uma característica fundamental para determinar uma boa chapa para hambúrguer. Hoje, podemos encontrar no mercado chapas de 6 mm, 8 mm, 10 mm, 19 mm e 25 mm — cada uma com um preço específico. Quanto a isso, alguns pontos devem ser considerados.

Em primeiro lugar, é importante destacar que a chapa mais grossa dura por mais tempo, podendo suportar o aquecimento e resfriamento repentino sem maiores desgastes. Em segundo lugar, o seu aquecimento também é mais uniforme se ela for mais grossa, permitindo, consequentemente, que os alimentos frios fiquem quentes mais rapidamente.

Tudo isso, portanto, constitui uma superfície capaz de cozinhar um número maior de ingredientes em um espaço de tempo mais curto, se comparado às chapas mais finas.

6. Compreenda as diferenças entre Char Broiler, Grill e chapa

O Grill pode ser utilizado no preparo de diversos pratos, desde o café da manhã americano a tipos diversos de carnes. Já os Char Broilers são usados principalmente para dar consistência e sabor de churrasco às carnes preparadas. Para acionar o Char Broiler, pode ser usado propano, gás natural, carvão ou até madeira, o que garante uma diversidade interessante de fontes de energia.

A chapa, por sua vez, é ideal para a confecção de sanduíches, ovos, panquecas e os favoritos dos clientes: hambúrgueres. De fato, esse equipamento tem características exclusivas que proporcionam uma grande variedade de opções sobre o preparo dos alimentos, para atingir o melhor sabor.

7. Entenda os controles de chapa

Os modelos de chapa tradicionais têm controles manuais, isso é, possibilitam um maior controle da intensidade dos queimadores de baixo para alto. Até por isso, os usuários mais experientes utilizam um tipo de configuração padronizada para cada receita do menu.

Já os iniciantes preferem fazer esse controle da temperatura com precisão nas superfícies de cozimento da chapa. Para tanto, um modelo que tenha controles termostáticos é o ideal — ele permite que os usuários escolhem temperaturas, geralmente, entre 65 ºC e 230 ºC.

Como cuidar da chapa para hambúrguer?

Seja qual for o modelo escolhido, a sua chapa precisa de alguns cuidados e uma boa limpeza para garantir sua durabilidade e proporcionar um bom uso. Para isso, é indispensável retirar os resíduos de alimentos com ajuda de uma espátula ao final do expediente. Para lavar a chapa ainda quente, você pode utilizar água com bicarbonato.

No final da semana, é indicado utilizar palha de aço para remover resíduos e, ao final de cada mês, é necessário polir a chapa com auxílio de uma pedra-pomes. Outra estratégia interessante de limpeza é usar um pano resistente e aplicar uma camada fina de gordura sem sal na superfície da chapa, deixando-a aquecer por alguns minutos. Após isso, a tendência é que os produtos químicos usados no processo de fabricação se queimem, excluindo a possibilidade de penetração nos alimentos.

Por fim, para acertar na escolha da sua chapa para hambúrguer em lojas virtuais, é muito importante estar atento aos detalhes e especificações do produto. Além disso, as chapas atuais precisam contar com sistemas que se adéquam às normas de segurança, principalmente os modelos a gás. Então, vale a pena observar esse ponto também no momento da compra.

E aí, gostou de entender sobre a escolha de uma chapa para hambúrguer? Agora, assine a nossa newsletter para ficar por dentro de mais dicas como estas!

Você também pode gostar

Deixe um comentário