Sazonalidade dos alimentos: saiba como economizar!

3 minutos para ler

A sazonalidade dos alimentos é uma questão geralmente vista como um grande problema por quem trabalha no ramo da alimentação, seja em confeitarias, seja em restaurantes. No entanto, ela também pode ser vantajosa e garantir maior proveito no cardápio; basta encará-la e aproveitá-la de outra maneira.

Em vez de focar na oportunidade que ela oferece para encarecer os produtos que fazem parte do seu menu,  e arriscar o rendimento do seu negócio, é preciso entender que a sazonalidade pode ser uma chance para aumentar a margem de lucros em qualquer época do ano.

Quer saber como fazer isso e ter um comércio bem-sucedido? Continue lendo para entender mais sobre a sazonalidade!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Por que considerar a sazonalidade dos alimentos?

A sazonalidade é um conceito que diz a respeito da característica natural que os alimentos (frutas, verduras, legumes e afins) têm de ocasionar uma colheita mais frutífera em determinadas épocas do ano, sendo que isso ocorre em períodos diferentes para cada um deles.

Quando os alimentos são cultivados em suas melhores épocas esse trabalho se torna muito mais simples, pois dispensa o uso exagerado de agrotóxicos e uma série de cuidados adicionais para que cresçam e amadureçam mais rapidamente.

Dessa forma, tudo o que é colhido nas estações mais propícias acaba tendo um custo reduzido e mais sabor devido às safras maiores e a facilidade do cultivo. Por isso, descobrir quais os alimentos de cada estação é uma excelente estratégia para padarias, confeitarias e restaurantes que desejam ter um negócio de sucesso.

Quais os melhores alimentos para o verão?

Enquanto algumas frutas e vegetais preferem climas mais frios, outras se desenvolvem melhor nos mais tropicais. Por exemplo, o abacaxi, tomate, alface, abacate e melancia são apenas algumas das opções que crescem de maneira abundante no verão.

Sendo assim, nesse período uma alternativa é fazer uma troca por alimentos equivalentes. Por exemplo, substituir rúcula por alface, morango por abacaxi, entre outros. Ademais, caso a substituição não pareça adequada, vale realizar uma mudança nos cardápios para determinadas épocas.

Como tirar proveito desse fator?

O primeiro passo para tirar proveito da sazonalidade dos alimentos é fazer a adaptação de cardápios para diferentes épocas do ano. No entanto, não basta apenas realizar essa mudança; é preciso também dialogar com fornecedores e deixá-los a par desse tipo de estratégia de maneira que possam colaborar com ela.

Além disso, vale mostrar transparência com os clientes para que eles conheçam o motivo da mudança e compreendam os benefícios dela para ambos os lados. Isso significa deixar claro que alguns pratos, como sobremesas e lanches, dependem diretamente da disponibilidade de alimentos saborosos, adequados e em bom estado — condições que estão relacionadas à sazonalidade.

Como sabemos, a sazonalidade dos alimentos é algo que sempre existirá. Por isso, em vez de se prender ao negativismo, é essencial encontrar formas de utilizá-la a favor do seu comércio, como fazer a adaptação do cardápio para garantir sabor e qualidade com baixo custo. Só assim é possível alcançar o que deseja: sucesso, aumento da clientela e ampliação dos lucros!

Gostou deste post sobre como funciona a sazonalidade na alimentação? Então, não deixe de compartilhar nossas dicas com seus amigos nas redes sociais para que eles também se informem sobre essa questão!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-