Está tendo problemas com as reclamações trabalhistas? Saiba evitá-las!

4 minutos para ler

Garantir a sustentabilidade e a saúde do seu negócio significa tomar maior cuidado com a total regularização legal e trabalhista. Além de evitar problemas, a ideia aqui é assegurar também a credibilidade e o crescimento do seu empreendimento.

As mudanças vêm e vão, e, após a última Reforma Trabalhista, é preciso estar sempre atento para tomar o devido cuidado de acompanhar sempre as soluções necessárias para se manter dentro da lei.

Nós fizemos um resumo e separamos algumas dicas aqui neste artigo para você evitar problemas com as reclamações trabalhistas. Confira!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Antecipe e evite possíveis reclamações trabalhistas

Primeiramente, esteja ciente de quais são as principais exigências:

  • seguro-desemprego;
  • rescisão de contrato;
  • benefícios/salário;
  • indenizações.

Para começo de conversa, o empregador precisa estar por dentro das leis trabalhistas e das mudanças que podem ocorrer durante diversos processos — tendo em vista a última Reforma.

Desse modo, é importante conhecer por completo a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e antever questões básicas, mas que são fundamentais, como: o registro completo de todos os funcionários e o tempo integral de cumprimento de horários — tomando o máximo de cuidados para não exceder e, para esses casos, garantir o pagamento de horas extras. Tudo isso pode ser controlado pelo registro total dos colaboradores e pela instalação e pelo monitoramento do ponto eletrônico.

Mantenha a imagem e a credibilidade da sua empresa impecáveis

Para cumprir as responsabilidades legais e evitar reclamações trabalhistas, é essencial que o empreendedor tome cuidados que fazem toda a diferença. Para isso, é importante garantir uma equipe de RH treinada e atualizada — seja por gestão interna ou por cursos especializados —, além da contratação de profissionais especializados. Uma boa equipe de recursos humanos, aliada ao total conhecimento da CLT, dificilmente acarreta reclamações trabalhistas.

Para além disso, contar com um corpo jurídico também é uma solução cabal para o seu negócio. Especialistas na área estão sempre ligados às mudanças da lei e podem assegurar a defesa em casos de ações legais.

Siga essas dicas para, caso aconteça, solucionar o problema

Acima de tudo, como empreendedor, apresente-se de forma educada. Obviamente que um ambiente de trabalho saudável e convidativo desencoraja possíveis reclamações trabalhistas e, consequentemente, ações contra a empresa.

Muitos são os motivos que podem desembocar em ações. Por isso, as dicas já mencionadas sobre um time de recursos humanos e um jurídico representam essencialmente o começo, o meio e o fim de possíveis problemas em questões trabalhistas.

Prevenir é o melhor remédio, mas, se por um acaso isso não for filtrado na cadeia de proteção que a sua empresa empenha em sustentar, está na hora de oferecer acordos para os seus colaboradores. Tal gesto pode evitar uma lenta resolução e ser mais rentável para ambas as partes.

Saiba usar a CLT ao seu favor

Após a última reforma trabalhista, alguns pontos podem ser explorados visando ao melhor aproveitamento do colaborador e do próprio empreendimento. Aqui vão dois exemplos!

  • Há a possibilidade de discutir individualmente direitos trabalhistas com colaboradores dotados de ensino superior e salário maior que duas vezes o limite máximo do INSS.
  • Férias agora podem ser divididas em até 3 vezes, sendo que uma deva ser superior a 13 dias e as outras duas com menos que 5 dias.

Agora que você já sabe os principais motivos e as ações para evitar problemas com reclamações trabalhistas, queremos convidá-lo a nos seguir nas redes sociais — FacebookInstagram ou YouTube — para ampliarmos essa troca de informações. Até breve!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-