Fiscalização sanitária: saiba os quesitos que deve ficar atento

4 minutos para ler

No Brasil, restaurantes e padarias são, sem dúvida, um dos negócios mais rentáveis. Com a correria do dia a dia, muitas pessoas, principalmente as que trabalham fora de casa, optam por se alimentar nesses estabelecimentos por conta da praticidade.

Contudo, o que muitos não sabem, é que esses restaurantes devem seguir algumas regras no ambiente de trabalho, para não terem problemas com a fiscalização sanitária.

Neste post, vamos apresentar as principais regras de higiene que restaurantes e padarias devem seguir. Confira!

Por que seguir as normas de fiscalização sanitária?

A legislação sanitária é um agrupamento de normas que regula as condições de higiene dos setores ligados a serviços e produtos que de alguma forma afetam a saúde da população; como, por exemplo, restaurantes e hospitais. Tanto os funcionários quanto as pessoas que frequentam esses lugares devem ter suas condições de saúde e segurança garantidas.

No setor de restaurantes, a negligência ou desrespeito às regras da vigilância sanitária podem ser extremamente prejudiciais para um negócio, podendo incorrer em multas, penalidades ou processos judiciais.

O empreendedor precisa ficar atento às resoluções, leis e sugestões dos órgãos públicos, para que mantenha boas práticas em seus serviços de alimentação.

O que você precisa observar no seu estabelecimento?

Sabendo da importância que a vigilância sanitária tem no controle dos restaurantes e padarias, precisamos destacar os pontos mais observados pelos agentes no processo de fiscalização de um negócio. Veja bem:

Estrutura física

Os inspetores sanitários observam principalmente os pisos, se são resistentes, antiderrapantes e laváveis; se as paredes foram feitas com materiais lisos e claros e se as janelas foram projetadas de modo a evitar que os alimentos fiquem expostos ao sol.

Banheiros

A vigilância sanitária é muito rigorosa nesse aspecto. Os banheiros precisam ter sabão antisséptico, lixeiras simples e toalhas de papel limpas ou descartáveis.

Utensílios e equipamentos

Os fiscalizadores se preocupam bastante com os equipamentos de refrigeração e congelamento, pois os alimentos devem ficar submetidos à temperatura adequada. Além disso, as ferramentas de trabalho, tais como facas, colheres, panelas e frigideiras, precisam ser de material adequado, fácil limpeza e estarem sempre em bom estado de conservação.

Colaboradores

Os colaboradores dos restaurantes e padarias, precisam vestir uniformes compatíveis com a profissão, de preferência usando luvas, e materiais que evitem o contato da pele com os ingredientes. Ademais, é recomendável ter uma higiene pessoal completa, com unhas cortadas, cabelos presos e barba feita, por exemplo.

Qual a probabilidade de ocorrer uma inspeção no meu estabelecimento?

A inspeção da vigilância sanitária em restaurantes e padarias ocorre sem aviso prévio, em intervalos de oito meses aproximadamente. É muito importante manter uma rotina de limpeza e higiene no local, para evitar um trabalho descomunal para se adequar às normas.

Uma dica interessante é montar um passo a passo com fatores importantes a serem observados na visita dos agentes: orientar os colaboradores, não esconder informações, seguir as instruções recomendadas e aprender com os erros.

Por fim, ao seguir as dicas sugeridas, e garantir que o seu estabelecimento esteja adequado e preparado, você poderá ficar tranquilo caso ocorra uma vistoria e assim não precisará se preocupar com prejuízos inesperados.

Agora que você se informou sobre a fiscalização sanitária nos restaurantes e padarias, não deixe de incluir o seu comentário aqui no post! Conte para nós se tiver alguma experiência interessante a ser compartilhada.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-