Atenção ao percentual de gordura no creme de leite

4 minutos para ler

Quando se fala em gastronomia, o creme de leite é um coringa. Tanto nas receitas doces, quanto nas salgadas, o ingrediente está presente em uma imensa gama de possibilidades dentro da cozinha.

Usado para atingir vários tipos de objetivos nos pratos, como o de trazer cremosidade para uma receita, ou mesmo seu sabor neutro, porém marcante, é preciso prestar bastante atenção à gordura no creme de leite e saber diferenciar e usar de forma inteligente seus diferentes tipos.

Para tal, o artigo a seguir vem para sanar suas dúvidas sobre os diferentes tipos desse componente gastronômico — e as várias maneiras de usá-lo como trunfo da sua cozinha.

Além disso, é preciso ficar de olho ao percentual de gordura no creme de leite para usar essa característica sabiamente. Confira!

Gordura no creme de leite

A questão da gordura no creme de leite é um verdadeiro dilema. Acostumou-se a entender a gordura, no momento em que se ouve a respeito, exclusivamente como algo ruim para a saúde. Em grande parte dos casos, essa afirmação pode até ser verdade, mas é preciso diferenciar esse conceito.

Pesquisas indicam que as gorduras encontradas em produtos lácteos não aumentam o risco de doenças cardiovasculares, nem são as maiores vilãs na questão da obesidade — em alguns casos podem até ser benéficas para esses tipos de problemas.

No entanto, com o avanço da indústria de alimentos, fabricantes passaram a optar pela produção de produtos menos gordurosos, adicionando açúcar em algumas receitas em substituição à gordura. Pensando nisso, abordaremos alguns tipos de creme de leite para que o leitor se oriente sobre qual usar, para cada receita e objetivo.

Creme de leite tradicional

Certamente o mais conhecido de todos, a versão tradicional é basicamente feita de creme e estabilizantes que garantem a maior durabilidade do produto. O teor de gordura varia entre 20% e 49,9%. Os que têm menores índices de gordura, ou seja, próximos dos 20%, são impossibilitados de serem usados em receitas como as de creme de chantilly ou em pratos que exigem altas temperaturas.

Creme de leite light

Mistura feita de leite integral, creme de leite pasteurizado, além de espessantes e estabilizantes. A porcentagem de gordura no creme de leite light varia entre 10% e 19,9% e sua consistência é cremosa, parecida com a do creme de leite puro. Menos ainda que o tradicional, o light não pode ser usado em receitas para creme de chantilly e em altas temperaturas.

Creme de leite fresco

Uma verdadeira coqueluche para a versatilidade na cozinha. É, porém, preciso estar atento à validade do creme de leite fresco; isso porque ele não conta com espessantes ou estabilizantes e, geralmente, dura de 2 a 3 dias, se refrigerado, depois da abertura da garrafa (geralmente feita de plástico).

A gordura varia entre 30% e 49,9% e, somada à menor quantidade de soro, torna-se perfeito para receitas quentes e para o queridinho da confeitaria: o creme de chantilly.

Crème fraîche épaisse

Uma receita francesa que conta com a produção de um creme de leite feito de leite cru ou pasteurizado, adicionado a uma cultura de bactérias. Sua característica é de consistência espessa e leve sabor ácido. Com seu teor de gordura que vai de 30% a 48%, é perfeito para molhos de saladas e pode ser usado tranquilamente em receitas quentes.

Agora que você está ciente sobre os diferentes teores de gordura no creme de leite dos exemplos aqui citados, está na hora de fazer os testes, com mínima possibilidade de usar o estilo errado para cada receita. Expanda seus horizontes culinários e arrisque-se em receitas novas com o ingrediente correto. Creme de leite também é versátil e delicioso. Experimente!

Gostou do post? Aproveite os comentários para nos informar sobre suas dúvidas, alguma receita ou opinião. Até breve!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-