Uma boa imagem vale muito quando falamos de gastronomia. Lojas de doces, bolos e boulangeries precisam estar sempre com um visual atraente. Para alcançar isso, saber como montar uma vitrine é fundamental para garantir a atratividade dos seus produtos.

A importância da imagem para o setor gastronômico é tanta que uma das maiores escolas do mundo, a Culinary Institute of America, em Nova York, lançará em maio deste ano um curso dedicado apenas à fotografia de pratos para candidatos a chef.

Portanto, uma boa vitrine precisa ser convidativa e, ao mesmo tempo, chamar atenção para o que seu negócio tem de melhor. Para isso, separamos algumas dicas para que você consiga estruturar seu estabelecimento para vender mais e atrair novos clientes. Confira:

Defina seus objetivos

Antes de aprender como montar uma vitrine, você precisará definir com clareza seus objetivos de negócio e vender mais é sempre um deles. Para que isso aconteça, o profissional de gastronomia precisa que os objetivos estejam de acordo com sua realidade. Veja alguns exemplos:

  • Aumentar o giro de produtos que não vendem tanto;
  • Destacar uma promoção;
  • Realizar o lançamento de produtos;
  • Aumentar o cross sell e o up sell.

Comece verificando o volume de vendas e avaliando os últimos resultados. Depois, com base nos erros e acertos recentes, elabore uma estratégia que contemple as necessidades do consumidor. Acima de tudo, invista no aprimoramento da sua gestão.

Conheça seu cliente

A estratégia para montagem de vitrine precisa considerar as demandas que os consumidores trazem para seu negócio. Nesse ponto, contar com um software de CRM ou, pelo menos, cultivar uma política de relacionamento que permita ao seu negócio coletar informações relevantes é essencial.

Essas informações formam o banco de dados, local no qual você vai extrair o que precisa para balizar suas estratégias de vendas. Afinal, como saber o que seu público gosta se não mantiver contato permanente com eles?

Exponha o que tiver estocado

Quem opera no varejo ligado à confeitaria e alimentação em geral sabe o quão importante é manter um estoque abastecido na medida certa. Um depósito vazio significa falta de produtos para vender, enquanto um armazém lotado pode acarretar prejuízo, principalmente no setor gastronômico, que trabalha com produtos perecíveis.

Existe, inclusive, uma fórmula simples para calcular o seu estoque de segurança. Vamos supor que você gaste 10 latas de leite condensado por dia e seu fornecedor leva 7 dias para enviar novos produtos. Neste exemplo, você precisará ter sempre, no mínimo, 70 latas estocadas como margem de segurança para que seu estabelecimento não deixe de produzir.

Pesquise referências

Se você não tem um olhar treinado, como o de um designer, buscar por referências visuais antes de dar aquela repaginada na sua vitrine é uma boa pedida. Uma fonte de inspiração para isso é o Pinterest, rede social em que as pessoas compartilham imagens visualmente impactantes e com estética mais apurada.

Cadastre seu perfil e, no campo de busca, pesquise pelo termo “vitrines”. Avalie quais opções podem ser adaptadas e reinventadas adequando para seu negócio. Você verá que aprender sobre decoração aplicada às vendas pode ser interessante e divertido.

Com a vitrine montada, tire fotos de fora e veja como ficou. Se você fosse uma pessoa passando em frente pararia para olhar? Entraria na loja para comprar algo? Se a resposta for sim, você aprendeu como montar uma vitrine atrativa para os consumidores.

Curtiu as dicas e agora sente-se mais segura para planejar uma vitrine arrasadora? Então deixe seus amigos e amigas saberem. Compartilhe esse post suas redes sociais!