O competitivo mundo da gastronomia não perdoa os profissionais que não dão duro e não aperfeiçoam a gestão. Como exemplos, temos as trajetórias de empreendedores de sucesso, cujos atributos os tornaram profissionais diferenciados.

Assim como você, um dia eles estiveram em busca de referências para fazer melhor o seu trabalho e para garantir um atendimento mais que perfeito ao cliente.

Você conhecerá a partir de agora os mais destacados. Saiba quem são e o que os tornam inspiradores para quem trabalha no exigente segmento gastronômico.

Juli Holler

O setor de bares e restaurantes é um dos que apresentam a maior taxa de mortalidade no Brasil. Segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), 35% dos estabelecimentos fecham antes mesmo de completar um ano.

Não é o caso do La Taperia, casa especializada em petiscos espanhóis que, em 2012, era algo pouco conhecido por aquil. Fundada pela estilista Juli Holler e seu marido José Morchon, quem quiser uma mesa para degustar delícias como polvo à galega precisa aguardar por até três horas.

Vencida a espera, a recompensa é comer em um ambiente decorado de forma criativa, com desenhos em giz pelas paredes e garrafas pintadas com flores no balcão. O sucesso foi tanto que, ao lado do La Taperia, o casal inaugurou uma casa dedicada a servir shots de bebidas, o Chupito.

Alberto Saraiva

Talvez você já tenha assistido, na internet ou na TV, a propaganda da única rede de fast food brasileira onde o preço começa com zero. Pois foi vendendo muito barato que Alberto Saraiva, CEO e fundador do Habib’s, fez da empresa uma referência no setor.

A história de Saraiva é mesmo um exemplo de superação. Já estava aprovado para cursar Medicina, quando perdeu o pai, dono de uma padaria. Foi forçado a tocar o negócio sozinho, sem nenhum conhecimento de panificação, e amargou muitas perdas até adotar a estratégia de vender 30% mais barato que a concorrência.

Pelo visto, deu tão certo que Alberto replica até hoje a estratégia em sua rede de lojas, que totalizam 421 unidades, presentes em 21 estados brasileiros.

Harland Sanders

Outra trajetória de sucesso que envolveu muita superação e perda precoce do pai é a de Harland Sanders. Com o falecimento de seu progenitor, Sanders, com apenas 6 anos de idade, teve que ir para a cozinha fazer as refeições para seus irmãos enquanto sua mãe trabalhava.

E se o nome não é muito familiar para você, saiba que Sanders é o simpático senhor cujo rosto estampa o logotipo da KFC, rede de fast food especializada em frango.

Outro fato pouco conhecido é que o sucesso, para Harland, veio relativamente tarde. Somente aos 66 anos de idade, em 1956, ele viria a abrir o seu primeiro restaurante. Nesse ano, nascia a primeira das franquias da Kentucky Fried Chicken, que levariam seu nome para o mundo.

Robinson Shiba

Superação de dificuldades também faz parte do percurso do fundador da China in Box, Robinson Shiba. Em 1990, ele tinha 19 anos e estava nos Estados Unidos para fazer um curso de inglês de dois meses. Perdeu tudo ao ser assaltado e, decidido a não aceitar mais dinheiro do pai, que já havia economizado por anos para ajudar nos estudos, Shiba foi trabalhar em um restaurante em Chinatown, em São Francisco.

Na cidade americana, viu que os restaurantes de culinária oriental serviam os pratos em caixinhas. Assim que voltou ao Brasil, diante da expansão dos restaurantes orientais, resolveu se antecipar, fundando o primeiro delivery do gênero no país. Uma história que combina superação e muita organização para manter o controle das finanças.

Deu para perceber que os empreendedores de sucesso têm em comum a determinação e grande resiliência para enfrentar as adversidades, não é?

Compartilhe esse artigo inspirador agora mesmo em suas redes sociais, seus amigos vão gostar de saber que você é um divulgador de boas notícias!