Quem gosta de assistir reality shows culinários na televisão já percebeu que os cozinheiros, tanto chefs quanto amadores, sempre apostam em um acessório que facilita a aplicação de algumas técnicas nos pratos: o sifão culinário! Mas, e você, sabe exatamente para que ele serve e quais cuidados é preciso ter ao manuseá-lo?

Para conferir a resposta dessas perguntas e conhecer ainda mais sobre o utensílio, continue a leitura do artigo!

O que é o sifão culinário?

Trata-se de um utensílio culinário formado por uma garrafa ou tubo de metal, uma alavanca e um espaço para a colocação de cartuchos de gás, responsáveis pela pressurização dos líquidos que ganham outras formas e texturas ao serem colocados no sifão.

De maneira geral, ele é perfeito para a elaboração de espumas — muito utilizadas na cozinha molecular — e também para adicionar um toque de cremosidade aos pratos, já que sua função é arejar cremes com bases ricas em gordura, como é o caso do chantili.

O interessante é que o sifão pode ser usado tanto para a criação de pratos salgados, como também para a elaboração de receitas doces incríveis. Basta que o cozinheiro use a imaginação.

Quem ajudou a popularizar o utensílio dentro das cozinhas foi o chefe espanhol Ferran Adriá, um dos principais nomes da chamada cozinha molecular — que, entre outras coisas, é famosa por valorizar texturas como as espumas.

Em quais tipos de receita utilizá-lo?

Uma das receitas mais preparadas no sifão é o famoso chantili, já que é muito mais fácil e rápido conseguir um resultado excelente utilizando o utensílio.

Para isso, basta colocar o creme de leite gelado na garrafa, aromatizar e adoçar de acordo com a sua preferência, fechar a garrafa e pressurizar. O produto estará pronto em alguns segundos, com a vantagem de ter maior durabilidade do que aqueles feitos na batedeira.

Por fim, é claro que o sifão não serve apenas para isso. Espumas de chocolate, espumas salgadas, mousses e quaisquer outros tipos de cremes com gordura podem ser feitos com ele. Outra dica para transformar algo líquido em espuma com a ajuda o utensílio é adicionar ingredientes como gelatina, ovos ou amido.

Quais os cuidados necessários para manuseá-lo?

Para obter os melhores resultados com o sifão e também por segurança, é recomendável seguir algumas dicas.

Lembre-se de que ele precisa ir à geladeira antes da finalização da receita e de que é muito importante respeitar o limite de enchimento da garrafa.

Seja qual for o ingrediente que você estiver utilizando, assegure-se de que ele esteja o mais fino possível. Para isso, vale a pena passar a receita pela peneira antes de colocá-la no sifão. Como já recomendado, se estiver executando uma receita gelada, deixe o sifão na geladeira por pelo menos 1 hora. Se ela for quente, a dica é usar o banho-maria.

Antes de comprar o seu sifão, certifique-se de que se trata de uma marca confiável —aqueles feitos com alumínio são mais seguros. Não se esqueça também de colocar somente a quantidade necessária de gás, nada além disso. Por fim, enquanto o utensílio estiver com gás, é proibido abri-lo.

E você, já conhecia todas essas informações a respeito do sifão culinário? Não se esqueça de deixar nos comentários suas dúvidas e sugestões para os próximos posts!

banner-4