Para quem tem uma pizzaria, chega um momento em que se deseja expandir as atividades, alcançando mais clientes e otimizando recursos. Nesse sentido, implementar um sistema de delivery pode ser uma excelente ferramenta de expansão. No entanto, ao pensar sobre um sistema de entregas, sempre surge uma questão: como calcular o frete dos produtos?

Se você deseja saber mais sobre como expandir suas atividades e aumentar os lucros da sua pizzaria por meio de um sistema de delivery, acompanhe-nos ao longo deste artigo!

Métodos de entrega

Para saber como calcular o frete das entregas delivery da sua pizzaria corretamente, é fundamental que primeiro se conheça os principais métodos de entrega, com suas respectivas vantagens e desvantagens. Só assim você poderá escolher aquele que melhor se adequa às suas necessidades.

Carro próprio

Se você possui um carro particular, pode utilizá-lo para fazer as suas entregas. A vantagem de utilizar seu próprio carro é que você não precisará fazer nenhum investimento significativo para começar seu sistema de delivery.

Por outro lado, carros consomem mais combustível que outros meios de transporte, além de estarem sujeitos ao tráfego e requererem uma manutenção mais custosa.

Motoboy

Ao utilizar uma moto em suas entregas, você ganha agilidade na entrega e reduz os custos de manutenção com veículos. Além disso, é possível contratar serviços terceirizados de entrega para reduzir a burocracia contratual.

No entanto, a contratação de um motoboy gerará custos empregatícios para a pizzaria e pode requerer a contratação de um seguro.

Ciclistas

Outra alternativa que tem ganhado força nas grandes cidades é a contratação de ciclistas para fazer as entregas. Além de driblarem o trânsito, esses entregadores transmitem ao cliente um conceito de sustentabilidade.

As principais desvantagens desse serviço são a limitação da área atendida e o maior tempo requerido em relação às motos.

Calculando o frete

Uma vez escolhido o veículo a ser utilizado em seu sistema de delivery, é hora de calcular todos os custos envolvidos. Para tanto, listamos abaixo um passo a passo para você não perder dinheiro.

Distância

No Google Maps, através do recurso “Rotas”, é possível calcular a distância do seu estabelecimento até qualquer local na cidade. Utilize esse recurso para estimar as distâncias para diferentes bairros.

Combustível

Para estimar o gasto com combustível, faça o seguinte:

  • saiba quantos quilômetros seu veículo faz por litro. Você pode fazer esse cálculo zerando o hodômetro no próximo abastecimento e calculando quantos quilômetros ele fará até o abastecimento seguinte;
  • divida a quilometragem da viagem para cada bairro pelo consumo do veículo: esses são os litros consumidos em cada viagem;
  • multiplique o total de litros por viagem pelo preço da gasolina: esse é o custo com combustível da sua viagem!

Seguro

É interessante que se contrate um seguro tanto para o veículo quanto para seus motoristas. O seguro deve cobrir acidentes de trânsito e eventualidades como assaltos e sinistros diversos.

Entregador

Caso você opte por utilizar um veículo próprio e contratar seu entregador via CLT, deve calcular o custo anual do seu empregado (salário anual, décimo terceiro e férias) e dividir pelos dias trabalhados. Esse é o custo diário do seu funcionário.

Esse custo deve ser dividido pela média de entregas feitas em um dia para calcular quanto ele pesará sobre cada produto.

Gostou do nosso material? Se você ainda tiver alguma dúvida sobre como calcular o frete das suas entregas, deixe um comentário aqui no post e nós teremos prazer em lhe ajudar!