Diversas receitas começam com um preparo que é aparentemente simples, mas que gera dúvidas em muitas pessoas, como a técnica culinária conhecida como refogado. O método consiste em cortar os alimentos em pedaços pequenos e mexer sem parar, com pouca gordura na panela e em temperatura baixa.

Pode ser utilizado azeite, óleo ou manteiga, usando o suficiente para envolver os componentes. Assim, se você gosta de cozinhar, precisa saber como refogar alimentos.

As preparações podem variar, mas geralmente, consistem em ingredientes aromáticos, como verduras e legumes. O objetivo é dourar, liberar líquido e transferir sabor de um ingrediente aromático para outro. Essa preparação altera pouco o valor nutricional, além de deixar a comida mais saborosa.

Neste post, vamos apresentar algumas dicas de como refogar os alimentos de maneira correta e eficiente. Confira!

Com quais ingredientes é possível refogar os alimentos?

O primeiro passo para refogar qualquer tipo de alimento é escolher qual gordura utilizar. As melhores opções são o óleo, a manteiga e o azeite. O óleo de canola apresenta ômega 3 e vitamina E, apresentando o melhor perfil de gorduras saturadas e monoinsaturadas. O importante é entender que não se deve fritar por imersão, apenas cobrir a preparação com gordura.

Além do óleo, o azeite também pode ser uma boa escolha. Isso porque ele só oxida as suas gorduras em temperatura alta acima de uma hora. Por fim, a manteiga é uma gordura que dá um sabor especial e que combina com praticamente qualquer receita.

Ela pode ser usada no preparo do refogado, no entanto, queima com muita facilidade. Por isso, o ideal é utilizar o azeite junto, pois ajuda a aumentar o ponto de queima da manteiga, o que permite que a comida fique com um sabor amanteigado.

Se você não quer utilizar nenhuma gordura em sua preparação, é possível refogar os alimentos utilizando apenas o calor da panela. O arroz, por exemplo, pode ser cozido dessa forma, acrescentando temperos naturais, como cebola, alho e sal.

Qual o tempo necessário para refogar?

Cada ingrediente leva um tempo diferente para ser refogado. Em média, quanto maior o tamanho dos alimentos, maior o tempo. No entanto, é muito importante que todos os pedaços a serem refogados apresentem o mesmo tamanho. Você pode refogar vários ingredientes em uma mesma frigideira ou panela, mas tenha cuidado para que não fiquem queimados ou crus.

Quais as principais diferenças entre refogar arroz e carne?

Um exemplo clássico de refogado é o de carne, alho e cebola. Para isso, você deve picar a cebola, a carne e o alho uniformemente, deixando todos os ingredientes prontos antes de levar ao fogo para que a preparação não queime.

Depois, aqueça uma frigideira e coloque a gordura da sua preferência. Adicione a carne e misture até ela começar a dourar. Após isso, coloque a cebola e o alho e frite por alguns minutos. Por fim, adicione sal e pimenta do reino e seu refogado estará pronto.

O arroz utiliza os mesmos passos descritos para a carne. A diferença é que ele precisa ser frito rapidamente no óleo e depois é adicionado água para cozinhar.

Se você não conhecia o jeito correto de como refogar alimentos, saiba que essa técnica culinária é bastante simples e leva poucos minutos. Assim, para ser um bom profissional, é preciso conhecer e dominar as diferentes técnicas existentes no mundo da gastronomia.

Gostou do nosso conteúdo? Então compartilhe nas redes sociais para que seus amigos também saibam como refogar alimentos de maneira eficiente!