Colocar produtos acima do preço praticado no mercado pode ser muito ruim, pois as pessoas acabam procurando por um bom custo-benefício. Por outro lado, seguir com um preço muito abaixo também não é nada bom, pois essa questão pode gerar dificuldades em tornar seu negócio rentável e pagar as contas.

Como você pode perceber, saber como precificar produtos é um passo muito importante para qualquer empreendedor. Porém, está longe de ser uma tarefa fácil. Sabendo disso, preparamos este post, com orientações para que você saiba como fazer isso com segurança. Vamos lá?

Comece calculando as despesas fixas e variáveis

Esse é o momento de colocar no papel tudo que você precisa para comercializar seus produtos e salgados. O mais recomendado é começar pelas despesas fixas, pois fica mais fácil mapear quais são os gastos com luz, água, salários de funcionários e outros detalhes nessa mesma linha.

Depois disso, comece a considerar alguns custos variáveis, como possíveis reparos, comissão de vendedores e outros gastos pontuais. Essa é uma forma de perceber todos os gastos que tem no decorrer do ano, e entender como precificar produtos com mais certeza.

Ah, lembre-se que para considerar esses impactos no preço do seu produto, é preciso, então, considerar quantas unidades serão vendidas por mês, e diluir o valor dos gastos em cada um deles.

Some o custo da mercadoria

A própria mercadoria traz consigo um preço específico. Por isso, para não ficar no prejuízo, é muito importante considerar todos os custos de materiais para a fabricação do seu salgado. Seja criterioso e considere aqui a farinha, recheios, suportes e tudo que precisa para criar o seu trabalho.

Lembre-se dos impostos que terá que pagar

O Brasil é um país com alta tributação de impostos. Então, não podemos deixar esse elemento de fora se quisermos saber como precificar produtos com segurança. Para não ser pego de surpresa, lembre-se de considerar todos os impostos e taxas que terão de ser aplicados ao produto que será vendido.

Depois, de forma similar à que fez com os outros gastos, dilua esse preço no produto comercializado e pague tudo sem grande diferença.

Calcule tudo e não se esqueça do lucro

Para fechar o processo, lembre-se de calcular tudo com calma e, então, definir quanto terá que cobrar para cada produto. Essa é a melhor forma de tomar as decisões com segurança!

Além disso, é bom ter em mente que precisa incluir o lucro em todas essas contas. Ele não tem nada a ver com o pró-labore (o salário que o empreendedor recebe), mas deve estar entre 2 e 4% por mês — dependendo do negócio, a margem de lucro pode ser ainda maior.

Nesse cuidado com o gestão do seu negócio, tome cuidado e calcule o lucro de forma planejada. Uma dica valiosa é considerar o markup. Para quem não sabe, essa é uma fórmula que calcula tudo de forma ainda mais segura.

Depois de ler esse post e entender um pouco mais sobre como precificar produtos e salgados, não deixe de colocar essas dicas em prática no dia a dia do seu negócio! Você vai perceber que os resultados serão ainda mais consistentes!

Aproveite a inteiração sobre o assunto, e leia o nosso post sobre como conseguir mais clientes com salgados caseiros por encomenda. Nos encontramos por lá!