Saber como montar uma escala de trabalho é essencial para a sua empresa. Para isso, ter uma organização dos funcionários e horários é algo que ajuda no sucesso do empreendimento. Afinal, a empresa depende dos colaboradores para funcionar adequadamente e ter qualidade nos serviços.

Mas não para por aí! Garantir o cumprimento da escala assegura que o colaborador trabalhe o tempo ideal, evitando a possibilidade de receber processos trabalhistas e garantindo maior satisfação entre os funcionários. Ficou interessado em saber como estabelecer uma escala? Confira a seguir!

Conte com softwares de gestão

Para não ter problemas na hora de montar a escala de trabalho, você pode contar com um software de gestão. Esses aplicativos facilitam na escolha e disposição dos trabalhadores em dias e horários adequados.

Dessa maneira, você evita dificuldades e erros, como ficar sem funcionários em algum dia ou horário ou, até mesmo, ter que lidar com uma quantidade insuficiente de colaboradores em momentos de maior movimento no restaurante.

Tenha em mente as necessidades da empresa

Para escolher e planejar uma escala adequada é necessário conhecer as necessidades do restaurante a fim de fazer uma boa decisão para a empresa e os funcionários. Portanto, identifique horários em que há mais movimento, dias nos quais existe maior demanda de serviço, conheça as atividades que necessitam de mais mão de obra, entre outros.

Com todas essas informações você consegue entender melhor as reais necessidades do estabelecimento, sendo possível escolher o tipo de escala ideal, sem que ocorram erros que possam vir a lhe prejudicar.

Conheça os modelos de escala de trabalho existentes

Existem diversos tipos de escalas previstas na legislação trabalhista, com uma variedade de opções para diferentes tipos de serviços e necessidades. Confira as principais:

6×1

Nesse tipo de escala de trabalho, o funcionário deve folgar 1 vez na semana. Além disso, é obrigatório que ele tenha folga em ao menos 1 domingo no mês.

5×2

É bastante comum em escritórios, com funcionários trabalhando de segunda a sexta (5 dias seguidos) e os 2 dias de folga (sábado e domingo). No entanto, pode não ser uma opção caso seu negócio abra nos 7 dias da semana.

5×1

Nesse modelo, o trabalhador folga 1 dia a cada 5 trabalhados, sendo necessário folga de 1 domingo a cada 7 dias.

12×36

Essa escala permite que o funcionário trabalhe 12 horas seguidas e depois folgue 36. É uma boa opção para empresas com funcionamento de 24 horas por dia e, principalmente, para plantões médicos.

Entenda as necessidades dos funcionários

Conversar com os profissionais que trabalham no restaurante é essencial para que você possa dispô-los de maneira que seja agradável para eles também. É claro que é praticamente impossível deixar todos satisfeitos, no entanto, saber a preferência de cada um pode lhe ajudar a tomar as decisões.

Além disso, muitas vezes, você pode optar por trocar os dias das folgas de um funcionário com o de outro, de forma que não prejudique os horários e necessidades da empresa, mas que seja mais confortável para eles.

Agora que você sabe como montar uma escala de trabalho é hora de colocar esses conhecimentos em prática! Dessa forma, você garante uma boa gestão do restaurante, evita problemas, como processos trabalhistas e a insuficiência de colaboradores, além de assegurar maior motivação a equipe e, consequentemente, a satisfação dos clientes.

O que achou das dicas? Compartilhe sua opinião conosco deixando um comentário logo abaixo!