Sabemos que tocar um restaurante não é nada fácil: entre gerir funcionários, agradar clientes e manter tudo em ordem, saber como fazer o controle de estoque da sua empresa de forma eficiente pode ser o fator decisivo entre o sucesso e o fracasso da sua empreitada.

Aqui você vai encontrar um passo a passo que pode ser facilmente aplicado à rotina da sua operação para ter controle de tudo o que entra e sai, além de saber exatamente para onde está indo seu dinheiro. Confira!

Elabore as fichas técnicas dos seus produtos

Ficha técnica é como uma receita profissional: nela constam todos os insumos necessários para preparar determinado prato ou bebida, bem como as quantidades exatas, o modo de preparo, os utensílios e equipamentos utilizados e o custo total da preparação.

É fundamental que todos os itens do seu cardápio tenham ficha técnica tanto para a padronização da qualidade quanto para o controle efetivo dos custos. Além disso, de posse das fichas técnicas você poderá elencar todos os insumos que devem estar presentes no seu estoque, saber quais são mais utilizados e decidir quais podem ser substituídos.

Classifique os produtos por categorias

Classificar os itens por categoria vai ajudá-lo a ver o estoque como um todo e saber que tipo de organização e sistema vai se adequar melhor às suas necessidades específicas.

Você pode começar com classificações genéricas, como Carnes, Hortifrúti e Industrializados, mas o ideal é que essas categorias sejam um pouco mais refinadas. Essa classificação deve se adequar às necessidades específicas da sua casa e facilitar o seu controle.

Faça o controle periódico

Defina uma data certa para fazer a contagem do seu estoque, a qual pode ser mensal, quinzenal ou mesmo semanal, dependendo do tamanho do seu estoque e do quão rápido os produtos entram e saem das prateleiras.

Essa contagem, longe de ser mera formalidade, permite que você faça pequenas correções no seu sistema. Outro aspecto importante do inventário é que ele permite que você acompanhe de perto as perdas do estoque.

Controle entrada e saída

Registre sempre a entrada e a saída de todos os itens. De um sachê de açúcar a 50 quilos de carne — nada pode entrar ou sair sem a devida nota.

Pode parecer exagero, mas essa simples medida vai poupar muitas horas de retrabalho da sua equipe e permitir que os dados que aparecem nas suas planilhas ou no seu sistema estejam de acordo com a realidade do seu estoque.

Defina estoque mínimo e estoque máximo

Ao saber quais insumos são necessários para executar seu cardápio e quais deles têm maior e menor saída, você deve determinar as quantidades mínimas e máximas para cada item. Com isso, você evita desperdícios ao mesmo tempo em que garante a oferta de todos os pratos da casa.

Esses parâmetros devem ser verificados constantemente, pois as demandas dos seus clientes podem mudar a qualquer momento, seja pelo aumento da clientela ou pela preferência por um ou outro prato.

E aí, gostou das nossas dicas de como fazer o controle de estoque do seu restaurante? Se você tem alguma sugestão, ou mesmo se quer compartilhar a sua experiência, é só deixar um comentário neste post!