Se você decidiu abrir um negócio, então, provavelmente, está passando por um dilema: saber como escolher um ponto comercial. A tarefa não é fácil, mas tem um papel importantíssimo —, principalmente porque pode impactar diretamente os resultados do seu empreendimento.

Pensando nisso, listamos neste post algumas dicas práticas para ter ainda mais sucesso nesse sentido. Você verá que preferimos nos apegar ao que é possível de ser colocado em prática, portanto, leia cada uma delas com bastante atenção. Lembre-se que esse detalhe pode parecer simples, mas faz toda diferença! Vamos juntos nessa?

1. Pense no perfil do consumidor

Saber o perfil do seu cliente potencial é muito importante, pois a localização ideal para o seu negócio pode variar muito dependendo desse ponto. E não é só isso: o tipo de produto, serviço e atendimento também são diretamente afetados.

Se você vai abrir um restaurante, por exemplo, é muito bom entender se o local precisa desse tipo de serviço. Além disso, é bom considerar o que o cliente pode esperar do negócio. Pense se ele deseja algo mais simples, sofisticado ou descolado.

2. Analise o volume de circulação de pessoas

Abrir um empreendimento em um lugar com baixa circulação de pessoas pode ser um verdadeiro “tiro no pé”. Isso porque o recomendado é sempre optar por lugares movimentados e que as pessoas possam acessar com facilidade. Por isso, antes de fechar qualquer negócio, avalie com calma se existe um volume considerável de pessoas que circulam por ali.

3. Considere a segurança do local

Um lugar que seja inseguro também não é uma boa opção, concorda? Além de tornar seu estabelecimento mais vulnerável a roubos e assaltos (o que já é péssimo), você também coloca seus clientes em uma situação um pouco delicada.

Vários deles podem desistir de frequentar um lugar por se sentirem ameaçados ou mais suscetíveis a algum perigo. Então, vale a pena repensar a estratégia e optar por lugares que sejam mais seguros para seu público.

4. Avalie o preço de aluguel/compra do imóvel

O preço do aluguel e compra de um imóvel também deve ser considerado. É claro que sua decisão não deve ser pautada apenas nesse quesito, pois, como já explicamos, existem outros aspectos que pesam muito também.

Ainda assim, o custo-benefício relacionado ao preço pago faz toda diferença e é, sem sombra de dúvidas, uma das variáveis mais importantes quando o assunto é como escolher um ponto comercial.

Pergunte qual é o preço médio de aluguel da região, qual é o valor de compra do imóvel (pois o valor do aluguel normalmente é baseado nessa informação), e o que mais considerar pertinente. Pague um valor justo para não ter gastos além do esperado.

Agora que você entende melhor como escolher um ponto comercial, não deixe de considerar cada um deles antes de tomar uma decisão. Ser cauteloso nesse momento é muito importante e vai ajudar na hora de fazer uma escolha mais acertada.

Sabendo disso, aproveite para ler nosso texto sobre como montar uma vitrine atraente. Esse é outro ponto muito importante e que vai ajudar a bombar seu empreendimento.