Quem trabalha no setor alimentício apresenta uma preocupação comum: a de encontrar e manter bons fornecedores. Este é um ponto bem natural, já que ter bons parceiros representa uma chance maior de fazer receitas ainda mais saborosos, de boa qualidade e com a segurança de que estará sempre bem assistido.

Ainda assim, algumas pessoas ficam um pouco perdidas sobre o que considerar na hora de escolher bons fornecedores de alimentos. É claro que é preciso ser criterioso, mas o que levar em conta antes de fechar um contrato?

Se esta é a sua situação, então não precisa mais sofrer. Descubra tudo com mais clareza no post de hoje. Vamos lá?

Comece entendendo sua necessidade específica

Cada negócio apresenta uma necessidade específica. Se você não acredita, pense que quem trabalha com bolos pode ter uma demanda bem diferente de quem faz pizzas ou salgados, certo?

Por isso, antes de qualquer coisa, pare e dedique um tempo para entender quais são as necessidades do seu negócio. Mapeie quais são os produtos que precisa, quando eles devem ser entregues e outros detalhes importantes.

Pondere o melhor custo-benefício

Os fornecedores de alimentos devem sim apresentar um preço competitivo, porém deve-se levar em conta aquele que realiza entregas na data combinada e preza com os preços já acordados.

Existem fornecedores, como a Nova Safra Food Service, que além de distribuir alimentos de qualidade, entregar na data combinada, apresentar um preço justo, oferecem cursos de aperfeiçoamento profissional nas áreas de confeitaria, padaria, culinária e sorveteria.

Atualmente a distribuidora Nova Safra apresenta um espaço denominado Academia Nova Safra Food Service, localizado no 4° andar de uma de suas lojas no Pavilhão V – Ceasa/MG, onde apresenta 4 cozinhas experimentais, cada uma preparada com maquinários distintos específicos para a realização de cursos nas áreas de panificação, confeitaria, sorveteria, culinária, além de cursos na área de serviços, atendimento e gestão de negócios.

Caso o cliente Nova Safra não consiga se deslocar até a Ceasa, a empresa envia um de seus 10  instrutores até o seu estabelecimento comercial com o intuito de aperfeiçoar os profissionais de food service sobre os métodos de utilização dos ingredientes e a melhor forma de aplicá-los na sua produção, visando proporcionar maior economia, rendimento e lucratividade.

Tenha um relacionamento próximo com os fornecedores de alimentos

Quando caminhamos de forma mais próxima com os fornecedores é possível perceber como é o processo de cada um deles. Este detalhe pode parecer pouco significativo em um primeiro momento, mas faz uma diferença e tanta!

Pense que assim é possível saber como um alimento é colhido ou fabricado, as normas de higiene implementadas, detalhes do transporte e vários outros pontos importantes. Acredite: isso tudo é indispensável para a qualidade do produto.

Converse com outros clientes antes de fechar negócio

Ter referência de um fornecedor através de outro cliente que também compre dele. Essa é uma forma de entender o funcionamento, pontualidade da entrega, padrão do produto, problemas já enfrentados e vários outros detalhes que fazem toda diferença!

Esta é uma forma de entender um pouco melhor as vantagens e desvantagens, descobrindo qual é a opção ideal para você e seu negócio.