Diz o ditado que pizza até quando é ruim é boa. Por isso, esse segmento surge sempre como um bom investimento. Então, por que não abrir uma pizzaria? Pode parecer simples, mas, com diversos detalhes para uma boa administração de pizzaria, para a montagem do negócio e para as burocracias contidas nele, as coisas podem se complicar.

Pensando nisso, reunimos informações preciosas para te ajudar a abrir uma pizzaria. Fique de olho nas dicas a seguir.

Quais os tipos de pizzaria?

Antes de já apontar em qual direção você quer seguir com seu negócio, é importante conhecer quais os tipos de empreendimento que você pode abrir. Alguns deles são?

  • Delivery: aquelas que trabalham apenas com entregas;
  • À la carte: aquelas que produzem os sabores sob demanda;
  • Em pedaços: aquelas que investem nas vendas por fatias únicas de pizza;
  • Rodízio: aquelas em que o cliente paga um preço definido e pode comer o quanto der conta.

Nada impede que você ofereça todos esses serviços na sua pizzaria — inclusive, é bacana explorar todas as suas opções —, mas quanto mais segmentado for o seu negócio, maiores as chances de você se destacar em meio aos seus concorrentes.

Quais os equipamentos necessários?

Ao escolher qual o tipo de pizzaria você vai abrir, os equipamentos são o próximo passo a ser dado. Fazer um orçamento é sempre importante para não gastar a mais sem necessidade e conhecer os prós e contras de cada marca e de cada produto.

Os equipamentos básicos necessários, para estar de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), são:

  • Amassadeira;
  • Cortador de frios;
  • Balcão pizzaiolo;
  • Balcão frigorífico;
  • Forno a lenha, a gás ou elétrico;
  • Fogão industrial;
  • Freezer;
  • Geladeira industrial;
  • Exaustor;
  • Balança para alimentos;
  • Batedeira industrial;
  • Liquidificador industrial;
  • Extrator de sucos industrial;
  • Refrigerador;
  • Cilindros para abertura de massa;
  • Panelas;
  • Talheres;
  • Vasilhames;
  • Estrutura mobiliária para organização e funcionalidade de uma cozinha industrial.

Lembrando que a cada seguimento de pizzaria tem uma necessidade específica, por exemplos, para delivery, caixas de entrega, caixas de pizza etc., e, para restaurantes, mesas, cadeiras, talheres, louças, toalhas etc.

Quais os aspectos burocráticos?

O registro de sua empresa deve ser feito junto aos seguintes órgãos:

  • Secretaria da Receita Federal para retirar o número do CNPJ;
  • Secretaria da Receita Estadual para cadastro e impostos estudais pertinentes;
  • Prefeitura Municipal do local onde será aberto a pizzaria para a concessão do alvará de funcionamento;
  • Junta Comercial da cidade onde a pizzaria vai funcionar;
  • Anvisa para retirar o alvará de licença sanitária;
  • Corpo de Bombeiros para avaliação do imóvel e laudo de funcionamento.

Quais outros detalhes você precisa levar em conta?

Em uma pizzaria, o cardápio deve ser muito bem pensado e muito bem feito. Invista em alimentos frescos da região e crie opções diferentes para surpreender seus clientes. Levando isso em conta, certamente, sua pizzaria será um sucesso.

Além disso, a precificação é muito importante para não ser injusto com o cliente ou com você mesmo. Para entender melhor como precificar seus produtos, dê uma olhada nesse post.

Para alcançar a meta de abrir uma pizzaria, o comprometimento e a dedicação são as principais características que você deve ter. Como há muita concorrência nesse ramo, a inovação é sempre bem-vinda. Que tal investir em uma pizzaria gourmet? Clique aqui e saiba mais.