qual

Não importa qual você escolher, você vai comer e sair com um sorriso no rosto, como uma criança que ganhou um brinquedo novo, não é? A propósito, nós não estamos falando da trufa original, aquela que é um cogumelo encontrado na natureza, e sim da trufa de chocolate, que por ironia é conhecida apenas como trufa.

Mas afinal, você sabe qual a diferença entre trufa e bombom? O que faz um doce ser caracterizado um e não o outro? Pois bem, elaboramos este artigo para você entender melhor um pouco de cada. Vamos lá?

A Trufa

As trufas de chocolate, criadas por acidente na Áustria no século XIX, são feitas a base de uma mistura composta por chocolate derretido e creme de leite (chamada de ganache). Essa massa, depois de “descansar” para endurecer, é modelada e coberta com chocolate derretido e cacau em pó.

Para que seja considerada uma trufa, ela deve conter em seu recheio essa ganache e nada mais. Mas então como são feitas as trufas com sabor?

Sabores no ganache

A gastronomia não deixou barato e aproveitou para aperfeiçoar essas delícias, e com isso surgiram trufas com sabor de frutas, baunilha, castanha e muitas outras. Mas para que ainda possam carregar o nome “trufa”, o sabor deve estar presente no ganache, sem que existam pedaços de qualquer outra coisa nela.

Apresentação

Para que um doce possa carregar o nome de trufa, além do que falamos anteriormente, ele pode ou não ser coberto com o chocolate derretido (tradicionalmente sim), mas ele necessariamente precisa estar envolto em cacau em pó, pois esse é um dos elementos que dá o toque de requinte na sobremesa. Formatos, consistência e embalagens não fazem muita diferença aqui.

O bombom

Os bombons são doces constituídos normalmente por um recheio e cobertos com chocolate ou glacê. Podem ser apresentados em vários formatos, consistências e tamanhos, desde que mantidas as características do produto.

O recheio do bombom

Com uma enorme gama de recheios, os bombons são mais encontrados nos seguintes sabores:

Nougat

Confeitos à base de mel ou açúcar, castanhas assadas e claras em neve. A consistência aqui pode variar bastante, a depender da quantidade de castanhas utilizadas.

Gianduia

Recheio feito à base de uma mistura de 70% de chocolate e 30% de creme de avelã, ou como é popularmente conhecido, Nutella.

Caramelo

É feito a partir de açúcar aquecido lentamente a aproximadamente 180 graus.

Recheios Tradicionais

São os mais encontrados e compostos por uma enorme variedade como limão, amendoim, castanha de caju, frutas secas, amêndoas, licores, etc.

Trufado e Ganache

E para a surpresa de todos, existem os bombons feitos com a ganache utilizada na produção de trufas.

Uma vez pronto o recheio, basta esperar que o mesmo endureça e aplicar a cobertura escolhida.

A apresentação

As coberturas variam entre chocolate branco, ao leite ou amargo, cabendo ao confeiteiro escolher qual a opção que melhor vai se adequar ao recheio utilizado.

Normalmente, os bombons possuem confeitos (desenhos, frutas, castanhas) sobre a camada de chocolate exterior, o que torna mais fácil a identificação dos sabores.

O formato e a consistência também não têm muita importância, principalmente porque elas variarão de acordo com cada combinação.

Trufa e bombom: diferenças

Como você viu, existem diferenças entre trufa e bombom, e apesar de toda trufa ser um bombom, o contrário não é verdade. As trufas, apesar de cremosas, são tradicionalmente mais “secas” por seu recheio ser uma massa de chocolate.

Na contramão disso, bombons podem variar muito em sua consistência e sensação causada no paladar, mas, no final das contas, ambos são deliciosas opções de sobremesa.

Se você gostou do texto e acha que muita gente anda confundindo trufa com bombom, compartilhe esse artigo nas redes sociais para que mais pessoas saibam a diferença.