temperos

Mesmo que seja apenas o nome e não exatamente qual é a função, você já ouviu falar em condimentos. Isso porque eles são as substâncias acrescentadas a um alimento para dar sabor, aroma ou ressaltar o paladar.

Sejam ervas, pimentas, sal ou até legumes, sua função é proporcionar a melhor combinação de sabores possível de um prato. O conjunto de vários condimentos em uma receita é chamado de tempero.

Quando o trio formado por alho, cebola e sal já não é o suficiente, chega a hora de acrescentar os condimentos para conquistar o melhor sabor em um prato. Para te ajudar a criar as melhores misturas, separamos algumas dicas para você aprender a combiná-los harmoniosamente.

Manjericão, o rei do Mediterrâneo

O manjericão ficou famoso devido à sua importância para as culinárias mediterrâneas, principalmente a italiana. Por isso, as combinações mais óbvias são com os tomates, berinjelas e abobrinhas tanto em saladas, pizzas e sanduíches quanto em sopas e molhos.

Esse é um condimento que deve ser usado fresco para que todo o seu sabor esteja presente. O segredo está em rasgá-lo com as mãos e jamais usar facas para picá-lo.

Coentro, a presença forte no prato

O coentro é talvez o condimento mais polêmico de todos. Isso porque seu sabor é bastante forte e a relação com ele é de amor ou ódio. Entretanto, quando bem combinado, faz toda a diferença na composição de um prato.

Muito presente nas gastronomias latino-americanas, como as do Peru e do México, ele se sai bem quando combinado com o limão. Com peixes, camarões e outros frutos do mar, o coentro é uma aposta certeira. Pode, inclusive, vir em sua forma mais fresca entre as folhas verdes de uma salada.

Alecrim, o melhor amigo das carnes

O alecrim é amplamente usado com carnes bovina, de porco, de cordeiro, de aves e de peixes. Por isso, essa é uma combinação que não tem erro. Principalmente se a carne vier acompanhada de molhos suculentos, ou com receitas à base de batatas. Adicione apenas as folhas, ou um ramo inteiro se a sua intenção for retirá-lo depois do preparo, e aprecie todo o seu sabor.

Hortelã, a velha conhecida

A hortelã está presente como um sabor artificial em quase todos os tipos de alimentos. Mas a verdade é que a erva fresca é um condimento poderoso na gastronomia. Ela é ideal para dar frescor ao prato, desde em saladas, passando pelas sobremesas e até em sucos de verão. Para combiná-la ao prato principal, vale a pena pensar em receitas que levem cordeiro, peixes e aves.

Orégano, o condimento da pizza

O orégano é primordial nas pizzas, mas não somente nelas. Ele pode ser incorporado a todos os tipos de massas, mas também em molhos, saladas, sopas e até vegetais assados. Assim como todos os outros condimentos dessa lista, ele terá seu sabor melhor aproveitado se for usado ainda fresco. É perfeito para ressaltar o sabor de carnes, peixes e aves, assim como o de pimentões, batatas, cogumelos e queijos.

Os condimentos são fundamentais para trazer o melhor de cada prato. Vão além do sal e da pimenta, e criam novas chances de superar o sabor básico de um alimento. Dizem muito sobre a origem da receita e sua importância, mas, acima de tudo, mostram o seu cuidado ao preparar aquela comida e a sua preocupação com a satisfação de quem a degusta.

Se você procura mais informações como essa e quer expandir os seus conhecimentos sobre gastronomia, custa a nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal do YouTube.