"Food Truck Fridays" at RDV Sportsplex

É fato: a maioria das pessoas que busca empreender pensa primeiramente em investir no ramo de alimentos. Afinal, independentemente de crise, as pessoas sempre precisam comer e buscam por opções diferenciadas no cardápio. Então, se você está pensando nisso, nós elencamos uma lista com 5 negócios no ramo de alimentação que estão em alta no Brasil para que você possa se inspirar. Confira!

1. Cervejarias artesanais

Cada vez mais as cervejas artesanais estão ganhando espaço e conquistando a preferência dos consumidores, que vêm trocando as grandes marcas por opções artesanais.

No entanto, para fabricar cervejas e poder comercializá-las de forma legal, é preciso conhecimento técnico e possuir um imóvel que atenda às exigências da vigilância sanitária. As cervejas produzidas podem ser comercializadas em bares, restaurantes, mercados e até mesmo pela internet, via e-commerce próprio ou em sites como o Mercado Livre.

2. Comidas de rua

Os food trucks ganharam o Brasil e muitos eventos dessa modalidade estão sendo realizados em diversas cidades. São inúmeras as opções para lucrar vendendo comidas de rua. Cachorro-quente, pizza, hambúrguer, churros, e ainda pratos típicos de determinadas regiões, como comida chinesa, japonesa, mexicana, entre tantas outras, são excelentes alternativas para um negócio que garanta boa rentabilidade.

Existem até mesmo associações de food trucks que promovem eventos ou se deslocam em grupos para eventos de grande porte em todo o país e até mesmo no exterior.

3. Vending Machines

Outro modelo de negócio muito lucrativo no ramo da alimentação são as vending machines: as famosas “máquinas de comida” que vendem salgadinhos, biscoitos, chocolates, barras de cereais e outros lanches rápidos em escolas, faculdades, empresas, hospitais e diversos outros estabelecimentos.

Para entrar nesse negócio, basta conseguir uma licença junto aos órgãos competentes, adquirir as máquinas e negociar com os estabelecimentos, que geralmente liberam o espaço em troca de uma pequena comissão no valor arrecadado com as vendas.

4. Marmitas profissionais

Com o dia a dia corrido, a maioria das pessoas não tem mais tempo de almoçar em suas casas ou até mesmo frequentar restaurantes demorados. É por isso que a marmita acaba sendo uma opção para esses profissionais e vem se tornando uma excelente e rentável forma de negócios no ramo de alimentação.

Não é preciso muito conhecimento técnico para fazer esse tipo de comida. O bom e velho feijão com arroz, acompanhado de carne e salada de alface e tomate, são a base das marmitas, que podem ser vendidas nas portas das empresas ou até mesmo dentro das instalações, caso você consiga autorização dos proprietários.

5. Alimentos saudáveis

A busca por uma vida mais saudável e também pelo corpo perfeito tem feito que muitas pessoas troquem alimentos industrializados por orgânicos, como frutas e verduras. Por esse motivo, investir nesse segmento pode ser uma boa oportunidade de negócios no ramo de alimentação. Além disso, também podem ser vendidos produtos sem glúten e sem lactose, versões integrais, etc.

Já decidiu como empreender e fazer parte do mundo dos negócios no ramo da alimentação? Então compartilhe esse artigo em suas redes sociais! Quem sabe você incentiva algum amigo a também empreender e assim consegue um bom parceiro de negócios?