comida-japonese

A culinária étnica está caindo nas graças dos brasileiros, que estão mais abertos a explorar novos sabores e experiências proporcionados pelas receitas típicas de outros países. A comida oriental é o carro chefe dessa tendência que vem tomando conta do mercado gastronômico brasileiro – o que pode ser uma excelente alternativa para aquelas pessoas que pretendem diversificar os seus negócios ou estão em busca de um bom investimento na área da gastronomia.

Não é apenas na crescente popularidade da comida oriental que residem os motivos para investir no ramo. Os produtos desse mercado ganham valor pelo modelo utilizado em sua produção e devido ao caráter natural e saudável da matéria prima usada nos pratos. Assim, os restaurantes especializados nesse tipo de culinária também atendem um mercado em franca expansão, que é o da alimentação saudável.

Neste artigo iremos abordar alguns dos motivos que fazem com que a comida oriental seja um investimento atrativo. Confira os próximos tópicos!

Popularidade

Quem não quer trabalhar com um produto que possui uma base sólida de clientes e que tende a crescer ainda mais? De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira de Franchising (ABF), as redes de comida asiática tiveram um crescimento de 9% em 2012 e de 17% em 2013. Segundo a consultoria Rizzo Franchise, o faturamento dessas redes em 2013 foi de R$ 365,1 milhões. Um mercado e tanto para se explorar!

Bom pra saúde

A comida oriental utiliza muitos ingredientes frescos e naturais – legumes e verduras, além de peixes e carnes magras – o que a torna uma alimentação de baixa caloria, saborosa e saudável. O brasileiro tem se preocupado cada vez mais com a sua saúde, o que tem o levado a voltar os seus olhos – e o paladar – para alternativas alimentares mais saudáveis.

Variedade de franquias

As franquias podem ser uma excelente alternativa na hora de montar um negócio, pois oferecem um modelo de gestão já testado e aprovado, uma cartela de produtos com respaldo no mercado, investimento relativamente baixo e apoio da rede nos seus processos gerenciais. No mercado existem diversas opções de franquias de comida oriental para que o empresário possa escolher aquela que se adapte melhor às suas necessidades.

Lucro à vista

Um produto que possui diversos adeptos, tem mercado para crescer e se aproxima das tendências gastronômicas do país tem tudo para ser um bom investimento. Se o empresário souber planejar e gerir o seu negócio, a possibilidade de se ter uma boa margem de lucro é alta.

Pequenos espaços

Um restaurante de comida oriental pode começar em pequenos espaços, pois não é necessário muito para abrigar a sua estrutura básica: uma cozinha, um local para armazenar pequena quantidade de alimentos (lembrando que muitos deles devem ser usados ainda frescos), um balcão e algumas mesas. Portanto, não é preciso de muito para começar a trabalhar.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre o mercado de comida oriental? Então curta a nossa página no Facebook e receba outras informações sobre o mercado gastronômico.