Salgados-festas

Tem coisa melhor do que um salgado quando bate aquela fome na hora do lanche? Ou para fazer rapidinho quando chega aquela visita inesperada? Ou, ainda, para servir em uma festa de aniversário? Seja pizza, calzone, pastel ou coxinha, salgado é uma coisa difícil de recusar. Por sua praticidade e variedade, tende a agradar praticamente todo mundo. Sendo assim, quer oportunidade de negócio melhor do que essa?

Mas, calma! Antes de você já sair planejando e arrumando sua agenda para começar sua própria produção de salgados, termine de ler esse post e evite cometer alguns erros básicos na sua produção. Descubra aqui algumas dicas simples, porém muito efetivas, de como fazer salgados para vender!

Invista em uma boa massa

É pela massa que toda a experiência começa, mas é verdade que há poucos apreciadores de massa por aí. Todo mundo costuma lembrar sempre mais do recheio do que da massa. Afinal, eles é que nomeiam os salgadinhos. De fato, a massa sofre uma injustiça. Se, por um lado, ela pode passar despercebida quando está boa, por outro, não é perdoada quando está quebradiça, seca ou toda engordurada.

Por isso, valorize muito a qualidade de sua massa. De nada adianta ter um recheio maravilhoso, se, quando for fritar, o salgadinho abrir. Use farinha de qualidade e você verá que vai começar a perder menos produtos na hora de fritar. Experimente também acrescentar um pouco de batata nessas massas tradicionais. Você vai perceber que o salgado vai ficar mais leve e a massa com mais liga.

Varie nos recheios

Os recheios, sem sombra de dúvidas, são o carro-chefe dos negócios dos salgados. Assim, deixe sua criatividade fluir. Faça sempre os tradicionais: kibe, bolinha de queijo, coxinha, risole, entre outros. Mas, deixe espaço também para recheios criativos, obras inovadoras de sua autoria, que podem te destacar no mercado.

Por que não um bolinho de estrogonofe? Ou quem sabe um risole de carne assada? Um tempo atrás, surgiu o bolinho de feijoada e ele é um salgado que tem feito grande sucesso entre os brasileiros. O próximo pode ser o seu!

Só venda produtos frescos

Não há nada pior do que comer algo que você sente que está passado, murcho ou até, quem sabe, estragado. Proporcionar ao cliente uma experiência dessa é certeza de perdê-lo e perder ainda todo o seu grupo de influência. Afinal, se não gostamos, a tendência é sair falando mal. Sendo assim, não venda salgados com mais de um dia após terem sido fritos nem tente reaquecê-os no micro-ondas. Isso vai deixá-los com um péssimo aspecto para a venda.

Para manter a qualidade dos produtos e ganhar agilidade na produção, uma dica importante é congelar os salgados, logo quando produzidos. Nessas condições, o salgado não perde sua essência e seu frescor, desde que mantidos por até três meses.

Porém, nunca recongele um alimento descongelado. Isso faz com que ele perca suas características. Faça uma boa gestão dos seus produtos e você não terá que sofrer deste mal.

Agora você já tem umas dicas básicas de como fazer salgados para vender. Utilize-as para criar o seu negócio ou só para complementar a renda mesmo. Invista sempre na qualidade e certamente não faltarão clientes para se deliciar com os seus salgados.

Se você achou nossas dicas úteis, compartilhe o post nas suas redes sociais!