hamburguer-lanchonete-st-louis

Com a retração da economia nacional, queda na geração de empregos e alta inflação, nada melhor que apostar em um negócio próprio para gerar renda. Mesmo em tempos de crise, alguns segmentos mantêm boa taxa de crescimento, como é o caso do setor alimentício.

Assim, montar uma lanchonete é uma das principais escolhas de quem pretende abrir seu primeiro negócio. Apesar de parecer relativamente simples abrir uma lanchonete, é bom ficar ligado em algumas dicas para não se perder pelo caminho. Confira:

Primeiros passos para montar uma lanchonete

Antes de qualquer ação, é fundamental criar um plano de negócios para sua lanchonete. Nesse documento deve estar claro exatamente o que é o seu negócio, como será sua rentabilidade, qual o perfil de clientes que você espera, como está sua concorrência e quais os planos de crescimento. Além disso, a elaboração desse documento ajuda a criar estratégias para resolver problemas que surjam pelo caminho.

Se você for atrás de financiamento em um banco, provavelmente terá que detalhar o plano de negócios. Se não for o caso, é melhor se ater a um plano mais enxuto, permitindo a rápida avaliação do andamento do negócio e a projeção dos ajustes que devem ser feitos para atingir seu objetivo.

Escolha do ponto

Isso não é segredo para ninguém, mas é sempre bom reforçar. Uma boa localização para a sua lanchonete pode ser a chave do sucesso. O ideal é que o negócio fique em uma região de grande circulação de pessoas e de fácil acesso. Porém, dificilmente você vai encontrar o lugar perfeito da noite para o dia. É fundamental que você se prepare e dedique algum tempo para percorrer diferentes ruas e bairros até encontrar o ponto ideal.

Planeje o espaço

Depois de escolher o ponto, é vital fazer uma planta da lanchonete. Você quer que os clientes tenham conforto enquanto estão na sua loja e que os funcionários possam circular por todo o espaço e tenham os materiais necessários ao seu alcance. Caminhe pelo lugar e faça perguntas-chave: se você está preparando um lanche, o que precisaria estar por perto? Se você é um cliente, como ficaria mais confortável? Visualize tudo o que puder e comece a colocar essas ideias no papel.

Veja cardápio e equipamentos

Decida que tipo de comida e bebida será servida no seu estabelecimento, já que isso ajudará a definir quais equipamentos serão necessários para o funcionamento da lanchonete. Se você pretende vender lanches, precisará de espaço para a cozinha. Se a ideia é servir sorvete, você vai precisar de um bom freezer. E assim por diante…

Decida o horário de funcionamento

Defina o horário de funcionamento da lanchonete. Decida se você quer permanecer aberto o dia inteiro, apenas em horário comercial ou somente à noite. É o tempo de funcionamento do local e a quantidade de clientes que vão determinar quantos funcionários você precisará contratar.

Defina os preços

Determinar o preço de venda de um produto não é ciência exata, mas algumas contas podem ajudar. Qual o custo de reposição dos produtos? Quantos (e quais) itens você precisa vender por dia para pagar as contas da lanchonete? E para que você tenha lucro? Essa questão de preço deve estar sempre na sua mente conforme o negócio cresce, já que se as suas despesas estão aumentando, é preciso que sua receita também aumente.

Como a ideia é agradar os clientes, além de obter lucro, uma regra sempre ajuda: se todo mundo reclama dos preços, eles estão muito altos. Se ninguém reclama, eles estão muito baixos. Se apenas algumas pessoas se queixam, os preços estão bem definidos.

E aí, gostou das nossas dicas? Compartilhe com aquele seu amigo que está planejando montar uma lanchonete!