Farinha de trigo x farinha integral entenda de uma vez por todas quais sao as diferencas

Uma dúvida muito comum na hora de comprar farinha de trigo é: qual é a diferença entre a normal e a integral? Inicialmente, a diferença pode parecer estar apenas na cor e na textura dos ingredientes, que variam consideravelmente de um tipo para outro, certo? A verdade é que a farinha de trigo integral guarda componentes que podem fazer toda a diferença em matéria de nutrição, mas isso definitivamente não quer dizer que a nossa velha conhecida farinha de trigo branca é vilã nessa história. Afinal de contas, quais são mesmo as diferenças? Pois acompanhe o nosso post de hoje e entenda, de uma vez por todas, as características dessas duas qualidades de farinha! Quer saber qual é a melhor opção para uso em suas receitas? Então fique de olho:

É melhor comprar farinha de trigo integral ou processada?

A primeira diferença que merece ser destacada é em relação à quantidade de fibras e de nutrientes presentes na farinha integral. Por não passar por um processo de refinamento, como acontece com a farinha branca, a versão integral retém uma quantidade maior de nutrientes, fibras, vitaminas B1 e B6, proteínas e minerais, como magnésio, selênio e zinco, o que faz com que ela seja uma opção nutricionalmente mais rica do que a farinha processada.

Toda essa riqueza nutricional da farinha integral tem, sim, inúmeros benefícios, como o aumento da saciedade — o que auxilia na perda de peso —, a promoção do bom funcionamento intestinal, a prevenção da constipação, além da ajuda na redução e no controle dos níveis de colesterol e glicose no sangue — o que pode servir de aliado na dieta de quem possui necessidades específicas, como os diabéticos, por exemplo.

A farinha integral tem menos calorias do que a branca?

Quebrando de uma vez por todas o mito de que receitas feitas com farinha integral são menos calóricas do que aquelas feitas com farinha branca, a resposta para essa pergunta é não, a farinha integral não tem menos nem mais calorias. A verdade é que ambas as versões possuem a mesma quantidade calórica. Então a escolha por uma ou por outra não ajudará na dieta e ponto final.

Quais são os benefícios da farinha branca?

Sejamos justos: a farinha branca também possui sua cota de benefícios e não pode ser taxada de vilã da nutrição! Por ser mais rapidamente absorvida pelo organismo, o consumo de produtos feitos com farinha branca pode ser introduzido, por exemplo, antes da realização de uma atividade física, justamente por constituírem uma fonte maior de energia.

Como utilizar cada tipo de farinha nas receitas?

Outra grande diferença entre a farinha integral e a farinha branca é que, geralmente, os produtos feitos com farinha branca são mais leves e macios — como as massas de bolo, de pão de ló e as folhadas —, ao contrário daqueles feitos com farinha integral, que, em sua maioria, apresentam uma textura mais dura e seca — como os pães integrais e os biscoitos funcionais.

É claro que, com um pouco de planejamento, é, sim, possível recriar algumas receitas tradicionais utilizando a farinha integral. Para isso, basta adaptar alguns ingredientes, mesclar as quantidades da farinha integral com a farinha branca e testar novas combinações. Assim você usufrui das vantagens das duas versões em uma tacada só!

O importante na hora de comprar farinha de trigo é saber qual será sua finalidade, se ela cumpre com suas necessidades culinárias e como poderá ser introduzida e utilizada em sua alimentação diária. Tenha sempre em mente que cuidar da saúde não se limita a apenas a deixar de comer certo tipo de farinha, viu? O melhor caminho para o bem-estar é, na verdade, contar com uma alimentação balanceada aliada à prática de exercícios.

E então, tirou todas as suas dúvidas em relação às versões de farinha disponíveis no mercado? Qual opção tem na sua despensa agora? Já inclui a farinha integral em suas receitas? Comente aqui e compartilhe suas impressões e experiências conosco!