Conheca-4-tipos-de-farinha

A palavra farinha hoje já é tão comumente associada à farinha de trigo branca que a maioria das receitas que usam esse tipo mais tradicional nem ao menos o especifica em sua lista de ingredientes. Mas você sabia que são muitas as variedades de farináceos disponíveis por aí para dar um toque a mais e surpreender seus clientes? Pois que tal conferir algumas dessas possibilidades a seguir? Então vamos lá?

Farinha de trigo

Essa é a farinha clássica, usada para as mais diversas massas de torta, bolos, biscoitos e pães. A maioria das pessoas conhece três variedades da farinha de trigo: tradicional — ou tipo 1 —com fermento e integral. Mas o que poucos cozinheiros de final de semana sabem é que, para quem é profissional e conta com uma distribuidora de alimentos para comprar seus ingredientes, existem muitos outros tipos específicos de farinha de trigo!

Alguns deles são, por exemplo, a farinha para massas frescas e pastéis e a farinha para pizza. As distribuidoras de farinha também oferecem a farinha de trigo tipo 2, que é mais amarelada do que a normalmente encontrada nos supermercados, por conter uma mistura de grãos mais claros e mais escuros.

Farinha de sêmola

semolina ou sêmola é a farinha obtida pela moagem do miolo, mais duro e nobre, de diversos grãos, como o milho, o trigo ou até o arroz. A sêmola mais usada no Brasil também vem do trigo, mas é mais grossa que a farinha de trigo tradicional, tem mais proteína, absorve mais água e é usada principalmente na elaboração de massas.

Farinha de amendoim

Além da farinha de amêndoas, muito usada em receitas sem glúten e na confecção dos famosos macarons franceses, existe também a farinha de amendoim, que pode ser usada mais ou menos com o mesmo propósito em diversos tipos de doces e sobremesas. Esse ingrediente também pode ser usado salpicado sobre sorvetes, mousses e pavês.

Essa farinha é feita a partir da moagem do amendoim descascado e torrado, e é vantajosa pelos benefícios que traz à saúde. Rico em vitaminas e fonte de gordura monoinsaturada — a mesma que encontramos no azeite extra virgem —, o amendoim também é antioxidante, além de trazer aquele sabor incomparável às receitas!

Farinha de centeio

O centeio é outro grão que, como o trigo, também pode ser usado para fazer farinhas e cerveja, além de ser um ingrediente importantíssimo na fabricação de muitos tipos de uísque e vodca.

farinha de centeio tem sabor mais forte que a de trigo e também contém glúten, sendo, por isso, perfeita para a fabricação de pães escuros. Mais calórica que a de trigo, a farinha de centeio é fonte de vitamina E, potássio e ferro, sendo um alimento que ajuda no combate à diabetes, à obesidade e ao colesterol alto.

Agora que você já ampliou seu leque de possibilidades em relação às farinhas utilizadas em suas receitas, comente aqui e nos conte de qual gostou mais! Existe alguma outra sobre a qual você gostaria de saber, mas que não foi citada aqui? Comente e não deixe de conferir também nosso post com 6 outros tipos de farinha, no qual falamos das farinhas de amêndoas, de chia, de aveia, de linhaça, de mandioca e de maracujá!