Como abrir

 

Abrir um restaurante é o sonho de muita gente, não é verdade? Mas a concorrência dos dias de hoje acaba sendo um obstáculo que faz com que a maioria desista da ideia antes mesmo de colocá-la no papel. Há, entretanto, um meio de driblar esse problema: apostando em um estabelecimento temático, com uma proposta única e sem maiores rivais já estabelecidos!

Esse tipo de restaurante chama a atenção da clientela e oferece um diferencial tão grande que praticamente não há como concorrer com eles. Por isso, se você já é chef e precisa aumentar o movimento na sua cozinha ou se quer começar um restaurante do zero, não deixe de conferir as vantagens dessa possibilidade no nosso post!

Invista em um tema original

A grande vantagem do restaurante temático é que ele costuma ser tão específico que dificilmente haverá outro oferecendo o mesmo tipo de comida nas redondezas. Para sair na frente da concorrência é preciso, portanto, investir em um tema realmente único.

Para isso, pesquise os estabelecimentos temáticos na região onde você pretende inaugurar o seu e aposte em algo que ainda não exista por lá. Lembrando que o tema não precisa se limitar a uma cozinha regional ou a um tipo de comida, ok? Seu restaurante pode se inspirar em praticamente qualquer coisa, desde um país até um personagem famoso ou uma cultura Já imaginou como seria legal inaugurar um bar inspirado pelos Beatles, pelos anos 80 ou pela tradição maia?

Caracterize o restaurante

Não é só a comida servida em seu restaurante temático que deve seguir à risca o tema proposto. A decoração também deve ser uma parte chamativa e característica desse tipo de estabelecimento, proporcionando uma experiência completamente única ao consumidor.

No caso da comida japonesa, por exemplo, vale investir em tatames de bambu para o chão, vestir os funcionários em quimonos e até propor espaços onde se come ajoelhado sobre almofadas, em uma mesa bem baixa, como no Japão! Não tenha medo de exagerar: o interessante aqui é que o cliente se sinta totalmente imerso no tema quando estiver consumindo no seu restaurante.

Não fuja do foco

Se o cliente precisa sentir que está em outro universo ao passar pelas portas do seu restaurante temático, certifique-se de que nada fuja ao tema do local. Utilizar guardanapos de papel em um estabelecimento cujo tema é a Idade Média, por exemplo, seria o mesmo que oferecer hambúrgueres e ketchup em um bistrô francês! Assim, procure ao máximo se ater à temática proposta para ganhar mais credibilidade junto ao consumidor.

Crie estratégias de fidelização

A desvantagem da especificidade do restaurante temático é o fato de o mesmo consumidor acabar não retornando com tanta frequência ao estabelecimento, já que o fato de ele ser tão diferente faz com que, comumente, seja reservado a ocasiões especiais.

Para contornar esse obstáculo, você pode criar vantagens em se fidelizar ao restaurante, ofertando, por exemplo, uma refeição gratuita a cada dez pratos consumidos no estabelecimento. Isso favorece uma cultura de idas regulares ao restaurante e quebra a ideia de que ele só pode ser visitado em ocasiões especiais.

Outra ideia nesse sentido é variar o menu do estabelecimento durante o ano, de acordo com datas relacionadas ao tema escolhido. Se a temática for uma homenagem a Elvis Presley, por exemplo, o restaurante pode criar pratos e eventos especiais segundo datas importantes na vida do cantor, enquanto um restaurante de comida chinesa pode seguir as datas comemorativas ou históricas desse país. Dessa forma, o cliente se sente motivado a retornar ao lugar durante todo o ano.

E aí, o que achou dessas ideias? Que tipo de restaurante temático você gostaria de abrir? Comente aqui e compartilhe suas impressões e seus projetos conosco!