Dessert at cafeteria self-service canteen

Por serem práticos, rápidos e bastante acessíveis, self-services são um sucesso com a clientela no ramo da alimentação, não é mesmo? Toda essa praticidade em se servir e comer quase imediatamente é sustentada por um grande processo de segurança alimentar, que garante que os alimentos ali expostos estejam em condições ideais de consumo. Mas quais são os cuidados essenciais para que esses alimentos fiquem expostos no buffet sem oferecer riscos para os consumidores? É o que vamos aprender agora. Então confira!

Atenção às diferentes temperaturas

O rigoroso controle da temperatura do balcão de alimentos é essencial para manter a qualidade e a integridade dos produtos a serem servidos, já que cada tipo de alimento precisa ficar em uma temperatura ideal. Diminui-se, assim, o risco de contaminação ou de deterioração do produto.

Alimentos frios, como saladas e entradas frias, devem ficar servidas a uma temperatura de 6 a 10ºC por até, no máximo, quatro horas. Já os alimentos quentes devem ficar, obviamente, aquecidos a uma temperatura de 65 a 70ºC por até 12 horas. As sobremesas, apesar de serem alimentos frios, devem estar servidas a 10ºC e em potes próprios, que facilitem o resfriamento do produto. É igualmente importante conhecer a temperatura da água do balcão térmico que deixa as cubas em banho-maria, que deve permanecer entre 85 e 95ºC, devendo ser trocada diariamente.

Mantenha o ambiente impecável

Estabelecimento com segurança alimentar garantida é rigorosa e imprescindivelmente limpo, para diminuir ao mínimo os riscos de possíveis contaminações. Por isso, garanta que seu restaurante esteja sempre muito bem higienizado, tanto na área dos comensais como, principalmente, onde são preparadas as refeições e armazenados os ingredientes. Os utensílios, como talheres de refeição e de servir, pratos, cubas e vasilhas também devem ser cuidadosamente higienizados, logo após o uso.

Garanta a higiene dos funcionários

Funcionários que lidam direta ou indiretamente com alimentos têm que seguir regras rígidas de higiene e sempre portar as vestimentas adequadas. Todos devem apresentar unhas curtas, cabelos presos, ausência de adornos — como anéis, colares, pulseiras e relógios —, barba feita e exames médicos em dia. O uso de touca e avental também é essencial para todos os funcionários do restaurante. Máscaras são obrigatórias para quem tem contato com o preparo dos alimentos ou com a reposição das cubas que ficam dispostas no balcão. Certifique-se também que você tenha funcionários destinados à limpeza e outros ao contato com o alimento, nunca deixando que essas funções se acumulem.

Proteja os alimentos

O cuidado com os alimentos servidos não deve ser só relacionado aos funcionários do seu restaurante. Você também deve se atentar à contaminação que pode vir dos próprios clientes. Faça uma proteção de vidro no balcão de comida para que os alimentos sejam poupados de possíveis perdigotos de saliva, que caem naturalmente quando se fala, e fios de cabelo, que podem ir direto para as cubas abertas.

Conserve as cubas tampadas

Muitos restaurantes resistem à orientação de manter as cubas contendo os alimentos com a tampa fechada, já que isso impede a visualização imediata do prato. Essa prática, porém, é uma excelente maneira para não se precisar usar a proteção de vidro no balcão e, também, de manter a temperatura do alimento.

Para facilitar a dinâmica e para que o cliente não tenha que abrir todas as tampas para descobrir exatamente que alimento está contido ali, use pequenas placas de identificação, com o nome do prato. Se o cliente se interessar, abre e confere por si mesmo!

Limpe os recipientes durante o serviço

É natural que as cubas acabem se sujando quando os clientes se servem. Podem cair gotas de alimentos mais pastosos ou com molho, assim como algumas migalhas podem se espalhar por todo o balcão. Para manter o aspecto de limpeza durante todo o período de atendimento, faça limpezas ocasionais das cubas, com um pedaço de papel toalha sem detergente, garantindo a boa apresentação do local.

Esses são os cuidados mais essenciais para se garantir uma exposição segura dos alimentos em um buffet self-service durante todo o período de movimentação de clientes. Pronto para colocar todos em prática?

E você, como faz para cuidar do seu restaurante? Comente aqui e compartilhe conosco suas experiências! E não se esqueça de deixar suas próprias dicas para enriquecer nossa lista!