Santo 12 O mercado de alimentação é muito promissor, sempre havendo espaço para novos empreendimentos gastronômicos. Muitos confeiteiros, padeiros e salgadeiros domésticos enxergam na abertura de um estabelecimento comercial a possibilidade de incrementar a renda familiar e se estabelecer no ramo alimentício.

Empreender nesse setor é, sim, uma ótima opção, mas é preciso tomar alguns cuidados para que o negócio efetivamente dê certo — até porque não basta só cozinhar bem! Quando se abre um bar, um restaurante, uma confeitaria, uma lanchonete ou uma padaria, o ideal é que se alie a habilidade gastronômica à capacidade de gestão.

Quer saber quais cuidados devem ser tomados antes mesmo da abertura do seu negócio? Então confira agora mesmo nossas boas dicas e evite cometer erros precoces:

Informe-se

Munir-se de informação é uma das premissas básicas para se abrir qualquer negócio. Procure entender bem o nicho em que você pretende atuar, busque orientação — no Sebrae, por exemplo — sobre o processo de abertura de empresas e pesquise sobre o mercado de alimentos em revistas especializadas, jornais e mídias sociais. Não tome uma decisão tão importante como essa sem antes ficar por dentro do mercado, das burocracias e dos possíveis obstáculos. Só assim você poderá se prevenir adequadamente.

Vá a campo

Além dos conhecimentos teóricos, é importante ir a campo para obter conhecimentos práticos sobre o mercado. Visite restaurantes, lojas de conveniência, supermercados, lanchonetes, sorveterias, confeitarias, enfim, faça um tour gastronômico para se atualizar em relação às tendências do setor e se preparar melhor para ingressar nesse nicho tão competitivo.

Pense nos fornecedores

Agora que você já está decidido a produzir alimentos em maior escala, é preciso contar com fornecedores confiáveis, que ofereçam boas opções de preço e de condições de compra. É importante ter sempre um fornecedor que cumpre com os prazos de entrega e lhe entrega as mercadorias em perfeito estado. Cogite também a possibilidade de fazer pedidos pela internet, pois, além de ser mais prático, economiza-se com isso um tempo precioso.

Foque na segurança e na higiene

Os consumidores estão cada vez mais preocupados com a qualidade e a procedência dos produtos alimentícios que consomem. E isso significa que todo empreendedor da área deve se atentar à segurança e à higiene no preparo dos produtos, a fim de afastar quaisquer riscos de contaminação, infecção e intoxicação alimentar. É indispensável, portanto, cuidar do adequado armazenamento, manuseio e conservação dos alimentos.

Escolha o local

A escolha de um bom ponto comercial é essencial para a sobrevivência do negócio. Procure entender se é ali que seu público-alvo frequenta, quais as condições oferecidas pela infraestrutura do local em si e de seus arredores e como é a segurança em geral. Assim que definitivamente escolhida a localização, passe para a adequação do estabelecimento às necessidades do empreendimento, fazendo as reformas necessárias e não se esquecendo de legalizar a empresa e obter o alvará de funcionamento.

E então, pronto para começar seu planejamento? Qual das nossas dicas vai ser mais útil para você e seu futuro negócio? Ficou ainda alguma dúvida ou tem uma sugestão para enriquecer nossa lista? Comente aqui e compartilhe suas opiniões conosco!