Professional cook spreading powdered sugar on cream puffs

Qualquer profissional que trabalhe no preparo de alimentos deve atender a rigorosos padrões de higiene e segurança, a fim de evitar contaminações e possíveis intoxicações. Isso vale não apenas para os chefes que lidam com carnes, aves e peixes, como também para os confeiteiros, que trabalham com produtos lácteos, frescos e perecíveis que, quando mal conservados e utilizados, podem colocar em risco a saúde e bem-estar dos consumidores. Quer saber como aumentar a segurança alimentar da sua confeitaria? Então confira a seguir algumas medidas simples e eficazes que devem ser adotadas no seu estabelecimento.

O termômetro é fundamental

No preparo de bolos, tortas, pães, sorvetes, bombons e outras receitas, os confeiteiros devem sempre se atentar à temperatura do freezer e da geladeira da cozinha para se assegurarem de que os alimentos estão armazenados na temperatura adequada. Em confeitarias e cozinhas comerciais, as geladeiras precisam estar na temperatura de 4°C ou menos e os freezers nunca devem estar mais quentes do que -17°C. É necessário usar o termômetro também no preparo de cremes ou assados, pois esse instrumento serve para medir se o alimento está sendo cozido em uma temperatura adequada, especialmente no caso de chocolates e ovos, que podem perder o ponto e estragar caso a temperatura seja ultrapassada ou não seja atingida.

Fique sempre de olho na refrigeração

Existem alguns alimentos não podem ficar fora da refrigeração por um tempo muito longo, pois isso os deixa suscetíveis à proliferação de bactérias, como a perigosa salmonela. Para evitar problemas como esse, os ovos, o leite e outros produtos lácteos devem ser devidamente refrigerados. Quando for preparar as receitas, retire apenas a quantidade que vai utilizar, para impedir a variação de temperatura.

Os ovos mal cozidos representam riscos para o consumidor

Os ovos são alimentos superversáteis, usados no preparo de cremes, sorvetes, recheios, massas e coberturas. O único problema é que quando eles estão mal cozidos, ele é um prato cheio para a salmonela e outras bactérias. Sendo assim, os ovos sempre devem ser aquecidos a 70 °C para matar qualquer ameaça que coloque em risco a segurança alimentar.

As superfícies precisam estar sempre limpas

Antes de amassar a massa de pão nas mãos ou rolar uma massa de torta na sua bancada, é preciso limpar completamente a sua superfície de trabalho. Uma boa maneira de higienizar essa superfície é derramar água fervente em cima dela. Um bom desinfetante químico sem cheiro também pode ser utilizado. Vale ressaltar que depois de trabalhar bancada ou mesa, você deve limpá-la outra vez.

Lave as mãos com frequência

Outro ponto extremamente importante na segurança alimentar é lavar as mão frequentemente usando água morna e sabão. Antes de enxaguá-las, esfregue-as por no mínimo 20 segundos, dando uma atenção especial aos dedos. A lavagem precisa ser feita antes, depois e durante o preparo e, para abrir e fechar as torneiras, o ideal é usar luvas. No mais, mantenha as unhas sempre limpas e curtas.

E aí, você já adota essas medidas de segurança na sua confeitaria? Alguma delas é novidade para você? Compartilhe suas opiniões e experiências conosco.