156-next-62-food-truck-inOs food trucks já são uma realidade em São Paulo há algum tempo, e se mostram como uma tendência bastante promissora para outras capitais e grandes centros urbanos. Reconhecidos como parte integrante do cenário de Nova York e das metrópoles dos EUA e Canadá, esses espaços degustativos são um fenômeno de popularização. Você sabe do que se trata? Confira!

Comida sobre rodas

Um food truck pode ser considerado um espaço móvel que transporta e vende comida na rua. Os exemplos mais clássicos, que são normalmente notados em desenhos animados e filmes antigos, são os caminhões de sorvete e de guloseimas, que faziam a alegria da criançada por onde passavam.

Mas o tempo foi passando, e a comida de rua disposta sobre rodas também foi se sofisticando. Hoje em dia é possível encontrar caminhões e vans que vendem alimentos congelados e pré-embalados, pratos regionais ou típicos de países, como tacos, yakissobas e chucrutes e até uam refinada comida gourmet.

Potencial para envolver os consumidores

Com essa faceta de restaurantes motorizados, acomodando desde refeições rápidas até pratos mais elaborados, os food trucks conseguem alcançar vários tipos de perfis de consumidores e ainda oferece a mobilidade como um diferencial importante. Alguns trucks chegam a divulgar seus itinerários em páginas do Facebook ou websites personalizados para a marca criada, mas há aqueles que, de tão célebres, adquiriram um endereço fixo, tal qual um estabelecimento comercial padrão, fixado em uma loja física.

Potencial para crescer no mercado

Diante da variedade e da qualidade comprovada de vários food trucks, a aprovação do negócio foi se difundindo, até chegar ao ponto de ser hoje em dia perfeitamente aceitável a ideia de que é possível comer bem na rua. Com um custo inicial muito menor do que se fosse abrir um restaurante ou estabelecimento do ramo, um empreendedor poderá abrir seu negócio e tocá-lo nos horários e dias que desejar, e com a variedade de cardápios que lhe for conveniente. O retorno do investimento também costuma acontecer mais rapidamente.

Potencial para ampla mobilidade e atendimento

Outro aspecto favorável é que esses caminhões e vans que comercializam alimentos podem atender em eventos especiais que acontecem sazonalmente, como eventos esportivos, festas e Carnaval, por exemplo, e satisfazer a demanda específica de locais determinados, como sets de filmagem, complexos de escritórios, construções, escolas, campus de faculdades, parques industriais, bases militares, entre outros. Ou seja, onde houver um local que precise consumir lanches ou refeições de forma regular, um food truck poderá ser estacionado, a fim de cumprir sua atividade.

Os “caminhões de comida” estão cada vez mais frequentes pelas ruas do Brasil. Na capital paulista, então, é praticamente impossível calcular sua quantidade. O sucesso do segmento em São Paulo é tamanho que uma legislação municipal foi elaborada recentemente para que fosse regularizada esta prática, e foi criado em maio deste ano um espaço exclusivo de 1.600 metros quadrados para os fãs desse tipo de refeições. Em meio a prédios empresariais, o Butantan Food Park passou a funcionar como uma típica praça de alimentação, confortavelmente construída para que os proprietários dos veículos estacionassem diariamente e com segurança os restaurantes móveis e atendessem o público no local.

E você, já conhecia os chamados food trucks? Qual a sua opinião sobre o assunto? Conte para a gente!