Como se tornar um Cheff de Confeitaria

Com a gastronomia em alta no país, muitos especialistas (e até amadores) têm se arriscado mais em um lugar que, anteriormente, era relacionado a mães, avós e mulheres: a cozinha. É possível observar que muitos jovens, pequenos empreendedores e homens, têm tomado gosto por se aventurar em receitas básicas e ousadas.

Esta busca por novidades trouxe a confeitaria de volta aos olhares de curiosos e experts no assunto, revivendo receitas tradicionais como as tortas de frutas ou os bolos artesanais, e trazendo novidades de outras culturas, como os cupcakes, brownies e macarrons. Se você é um desses curiosos, e está querendo começar a testar suas habilidades na confeitaria, vamos deixar aqui algumas dicas sobre quais devem ser seus primeiros passos.

Noções básicas de cozinha

Se você é um amador completo, e não sabe nem o que é untar uma forma, o seu primeiro passo é estudar as regras básicas da culinária. Isto não é nenhuma vergonha, mas simplemente uma maneira de se tornar mais íntimo das terminologias e vocabulário utilizados na cozinha, além de aprender práticas comuns a qualquer receita que você fará na sua vida. Caso você tenha intesse em investir na carreira de Cheff confeiteiro, é recomendável que saiba, ao menos, fazer um simples bolo de chocolate ou uma calda de frutas! Por isso, coloque a mão na massa já!

Ter o mínimo de material necessário

Não tem como preparar delicinhas de confeitaria se você não tem o material mínimo necessário para se aventurar nessa área da culinária. Por este motivo você deve separar um pouquinho do seu orçamento para estes investimentos: formas básicas de bolos, batedor fouet, espátulas, tábuas, colheres de medida e um forno que te atenda bem. Se for possível é interessante separar algumas panelas só para o preparo de doces, para evitar algum sabor residual de outro alimento.

Arriscar-se nas receitas da vovó

Depois que você já se ambientou na cozinha e preparou seus materiais, que tal tentar preparar algumas receitas clássicas de confeitaria? Fazer um pé de moleque, um bolo recheado (ou com calda), preparar uma broa de fubá ou um simples brigadeiro vão te deixar com mais intimidade com técnicas, ponto das massas e quantidade de ingredientes para usar. Além disso, fazer receitas básicas pode ser uma boa maneira de te deixar mais curioso para tentar fórmulas diferentes.

Com prática, arrisque receitas mais ousadas

O conhecimento de receitas tradicionais te deixará confiante e íntimo de práticas específicas e básicas de confeitaria. A partir dai é só começar a pegar as receitas mais elaboradas, que levam ingredientes diferentes e, até mesmo, usam alguns materiais mais específicos. Tortas, cupcakes, recheios e coberturas são exemplos de receitas que vão lhe exigir uma prática maior com o básico da confeiteira.

Procurar cursos de confeitaria

Depois de tudo isto, você decidiu que quer trabalhar como um Cheff  confeiteiro? Então a nossa sugestão é que faça um curso básico deste tipo de culinária (que é oferecido por várias escolas de gastronomia em todo o país e também pelo Centro de Treinamento da  NOVA SAFRA: http://www.novasafra.com.br/novasafra/cursos/cursos.aspx) para aprender a preparar receitas muito mais elaboradas, mas também, para ir além, estudando práticas de higiene, controle de estoque e, até mesmo, noções de gerência de pessoal.

E agora, você está pronto para virar um Cheff confeiteiro? Compartilhe suas experiências conosco através dos comentários!

Clique no link abaixo e conheça diversas novidades que você só encontra no nosso Canal do YouTube: http://migre.me/raNwX