CONFEITANDO Como opção para aumentar a renda em casa, muitas pessoas têm optado por utilizar seus dotes culinários para produzir e vender quitutes como pães, bolos e tortas.

Para melhorar o rendimento financeiro e de tempo na cozinha sugerimos abaixo algumas dicas para te ajudar a economizar e preparar seus produtos com rapidez e qualidade.

Saiba exatamente o que usar nas receitas

Todo produtor de alimentos ou pratos de refeição deve ter padronizada a receita que é utilizada. Esta padronização permite que você saiba exatamente a quantidade de cada matéria prima que utilizará, o tempo gasto para preparo da receita e o tamanho da porção que será vendida.

Planeje suas compras

Com a padronização das receitas o autônomo terá maior controle sobre o que e quanto gasta para conseguir finalizar o seu produto, tornando mais fácil organizar um planejamento de suas compras. Este planejamento lhe permite programar suas compras de acordo com o giro de seu estoque, nunca deixando faltar ou sobrar alguma matéria prima.

Também pode ser interessante se programar para comprar quantidades maiores da matéria prima para conseguir descontos e melhores preços. A escolha da data das compras também pode ser um facilitador na redução dos gastos: programe-se para comprar fora de datas comemorativas, onde a procura por alguma matéria prima pode ser maior.

Compre matéria prima de qualidade

Nem sempre pagar barato na matéria prima pode ser sinônimo de economia. Produtos de qualidade inferior podem comprometer a qualidade e o rendimento da receita. Por isto, sempre que possível invista na compra de ingredientes conhecidos e que não vão interferir no resultado final.

Retire do planejamento produtos com pouca saída

Se você opta por produzir mais de um tipo de alimento é sempre interessante rever quais deles têm a maior e a menor saída na venda para o cliente. Produtos com pouca venda podem ser retirados da sua lista de produção por tomarem tempo, dinheiro e render pouco financeiramente. Assim você pode focar sua produção para os itens com maior saída.

Tenha sempre uma planilha de gastos atualizada

Um bom produtor deve, acima de tudo, ser organizado financeiramente. A elaboração de uma planilha de gastos (no computador ou até mesmo em um caderno) ajuda no controle da programação das compras, da avaliação dos produtos com bom rendimento e no reajuste de preços. Além disto você terá controle de quanto você está investindo e quanto está sobrando de lucro líquido no final do mês.

Reserve parte do dinheiro ganho para investir em equipamentos de qualidade

Se você produz alimentos para revenda, mesmo que de maneira amadora, deve reservar parte do dinheiro ganho para reinvestir no próprio negócio. Depois de ter as contas organizadas através da planilha programe uma porcentagem do dinheiro que será direcionado para a compra de novos equipamentos ou para investir em  matérias primas de melhor qualidade.

Armazene de forma correta e fique de olho na validade

O ponto fraco da maioria dos produtores de alimento é o estoque da matéria-prima. O espaço reservado para elas deve atender às características dos produtos como temperatura de refrigeração e temperatura ambiente, e deve estar sempre limpo e bem conservado. Uma atenção especial deve ser dada a validade das matérias primas tanto no ato da compra como quando estiver em estoque para que elas não tenham que ser desprezadas por vencimento e não utilização.

Fique de olho nestas dicas para poder otimizar e lucrar mais com a venda de seus produtos caseiros! Gostou? Não deixe de comentar!