chocolate

O paladar dos brasileiros está ficando cada vez mais apurado. São inúmeros os entendidos em vinhos, cervejas, cafés, azeites e até pimentas. Com tantas variedades e peculiaridades, esses itens são motivos de estudo e degustação.

Mas agora é a hora do chocolate! Adorado por praticamente qualquer tipo de pessoa, é a matéria prima para barras, bombons, trufas… e a lista não tem fim! E para paladares mais rebuscados, existem os deliciosos chocolates gourmet. Elaborados com ingredientes de qualidade e todo o cuidado no processo de preparo, marcas como a Belga Barry Callebaut garantem a qualidade e a aprovação de qualquer receita à base de chocolate.

Se você pensa em abrir uma chocolataria, começar um negócio próprio ou se deseja apenas se especializar em gostosuras mais refinadas para garantir uma renda extra, confira a lista com cinco marcas gourmet simplesmente deliciosas!

Barry Callebaut

A centenária Barry Callebaut, de origem suíça, ainda é uma das raras fabricantes de chocolate que selecionam, torram e moem os grãos de cacau, criando uma massa de cacau exclusiva e secreta – o ingrediente mais importante dos chocolates de alta qualidade.

O talento da equipe que se esforça unida para construir e manter o nome da empresa no topo da lista das mais respeitáveis em termos de chocolate no mundo não é em vão. Ele é reconhecido e recompensado pelos líderes que acreditam que a criatividade e a pesquisa são fatores fundamentais para fazer nascer o melhor chocolate possível. Talvez seja por isso que a marca é a maior fabricante de chocolate do mundo.

Harald Merken Unique

A história da Harald começou há mais de 100 anos aqui mesmo no Brasil. No mercado desde 1882, a empresa sempre se destacou pela preocupação com a qualidade. A linha Merken Unique foi desenvolvida para levar o que há de melhor em termos de chocolate brasileiro para o mercado. Os produtos são categorizados conforme porcentagem de cacau, a área de extração da matéria prima, além do tipo de textura e teor de acidez.

Godiva

A marca de luxo Godiva nos remete ao sabor e ao requinte. Os chocolates são fabricados de forma totalmente artesanal e nenhum ingrediente artificial é adicionado à famosa pasta de cacau. A empresa se preocupa tanto com o processo de produção e a qualidade dos ingredientes, que o quilo de seus bombons mais caros chegam a custar nada menos que 200 dólares.

Neuhaus

Classe e elegância são sinônimos da mais exclusiva marca belga, Neuhaus, há mais de 150 anos. Criada para ser uma pequena confeitaria farmacêutica, a empresa pretendia revestir pílulas medicamentosas com camadas finas de chocolate para facilitar a ingestão e para tornar o remédio menos traumático para as crianças. Tempos depois já havia licores, barras de chocolate amargo e xaropes de alcaçuz. Não demorou muito para que os donos começassem a perceber o interesse do público pelo delicioso paladar dos medicamentos. Foi assim que surgiu a Confiserie et Chocolaterie Neuhaus-Perrin, uma das mais refinadas chocolatarias da Bélgica.

Lindt

Tudo começou em Zurique em 1845 quando os donos de uma pequena pastelaria resolveram inovar e fabricar o famoso chocolate. Ao longo da sua história, a Lindt não só conseguiu atingir a fórmula de um chocolate delicioso, como acumulou sabores de sucesso, entre eles o chocolate ao leite com coco e o chocolate meio amargo com raspas de laranja. Com várias fábricas e pontos de venda ao redor do mundo, a marca é reconhecida por ser gourmet e ao mesmo tempo um pouco mais acessível ao grande público, o que de forma alguma diminui a incomparável qualidade dos produtos.

E você? Já teve a oportunidade de provar uma dessas marcas? O que achou?! Conte para nós através dos comentários!